VW Tarok

Versão de produção da futura rival da Toro será viabilizada com um novo ciclo de investimentos em produtos

A produção da picape Tarok deverá ser anunciada pela Volkswagen em 2021. O presidente e CEO da fabricante na América Latina, Pablo Di Si, adiantou que a marca deverá confirmar um novo ciclo de investimentos no próximo ano. “Seguiremos com a ofensiva de produtos. Estamos pensando em um novo ciclo de investimentos e faremos o anúncio em 2021”, revela o executivo-chefe da marca.

Além da produção da picape Tarok, mostrada no Salão de São Paulo de 2018, o aporte poderá ser utilizado na continuação do projeto de um sucessor do Gol, “congelado” no início da pandemia no Brasil. Na revelação do Taos, em outubro, Di Si já havia indicado que o investimento para a adoção da plataforma MQB na fábrica da Argentina, onde é produzido o Taos, permitiria a produção de “novos modelos” naquele país.

“Há 3 segmentos que vão crescer e serão relevantes no Brasil e no mundo nos próximos anos. São os de SUVs, de picapes e de compactos de entrada”, revela o executivo. De acordo com Pablo Di Si, as categorias de SUVs e picapes terão subsegmentos, com ampliação da quantidade de produtos para cada nicho de consumidor.

- Publicidade -

Na visão do executivo-chefe da Volkswagen, a demanda por SUVs deverá afetar a participação de outros segmentos. “Com certeza, quem vai pagar a conta são os hatchbacks e os sedãs”, afirma A marca revelou ainda que irá lançar 5 modelos híbridos ou elétricos na região da América Latina até 2023.

VW Tarok

Fotos: Divulgação e Arquivo

Share This