Nova geração Nissan Qashqai 2022

SUV chega à Europa com visual ousado e somente opção de motores eletrificados

A Nissan revelou a terceira geração do Qashqai, SUV médio que concorre com o Jeep Compass na Europa. Com visual ousado, o modelo cresceu em porte e passa a ter algum tipo de eletrificação em todas as versões.

A plataforma do novo modelo é a mesma do antecessor, chamada de CMF-C/D – a base também dá origem ao novo X-Trail. Nas dimensões, o Qashqai 2022 está 35 mm mais comprido (4.425 mm ao todo), 32 mm mais largo (1.838 mm), 10 mm mais alto (1.635 mm) e  20 mm maior na distância entre eixos (2.666 mm).

O visual do novo Qashqai tem como destaque os faróis com formato irregular (em forma de “V” deitado”), a nova grade (também com desenho em “V”) e os para-choque com falsa entrada de ar lateral. A iluminação principal inclui faróis full LED com tecnologia Matrix, que não ofuscam a visão de motoristas na direção contrária.

- Publicidade -

Na lateral, um vinco acima da linha das maçanetas interliga os faróis às lanternas. Os retrovisores passam a ter base apoiada nas portas e pintura na cor preto brilhante, mesmo tom aplicado ao teto e colunas. A traseira do Qashqai 2022 mantém o DNA da geração anterior, mas com lanternas mais finas, novo para-choque e nome do carro estampado no centro da tampa do porta-malas. Pela primeira vez, o SUV terá opção de rodas de 20”.

A cabine ‘bebe’ da mesma fonte do X-Trail 2021, com central multimidia com tela “flutuante” de 9” (e conexão sem fio para Apple CarPlay), quadro de instrumentos 100% digital de 12,3”, novo volante de três raios e alavanca de câmbio com acionamento eletrônico. O Qashqai traz ainda head-up display de 10,8”, conectividade 4G com função de comandos remotos pelo celular e múltiplas entradas USB-A e USB-C.

Mecânica eletrificada para o Nissan Qashqai

A terceira geração do Nissan Qashqai será vendida na Europa somente com mecânica eletrificada. O SUV terá opções de motor 1.3 híbrido-leve e 1.5 e-Power. O 1.3 turbo será oferecido nos ajustes de 140 cv ou 158 cv, com opções de câmbios manual de seis marchas ou automático do tipo CVT (somente para o mais potente). A tração é sempre dianteira, com opção de tração integral somente para o 1.3 CVT de 158 cv. A suspensão dianteira é do tipo McPherson, enquanto a traseira pode ser por eixo de torção (4×2) ou multibraço (4WD).

A tecnologia híbrida-leve do Qashqai é baseada em um sistema elétrico de 12V, que não só permite desligar o motor em velocidades de cruzeiro, como também é capaz de fornecer torque adicional. Segundo a Nissan, o sistema elétrico com bateria adicional de íons de lítio acrescenta apenas 22 kg ao peso total do carro.

- Publicidade -

Já o Qashqai com a tecnologia híbrida e-Power utiliza um motor 1.5 a gasolina de 156 cv, que atua somente como gerador de energia para as baterias, que alimentam um motor elétrico de tração com 190 cv de potência. Desta forma, o modelo possui dirigibilade semelhante a um elétrico, mas sem necessidade de pausa para recarga, já que não há plugues de energia. A Nissan não informou o consumo do modelo.

Fotos: Divulgação

Share This