- Publicidade -

Volvo Concept Recharge XC90 elétrico 2023

Nova geração do SUV chega em 2022 com sistemas de inteligência artificial para zerar acidentes de trânsito

A Volvo revelou o Concept Recharge, carro-conceito que antecipa o visual da próxima geração do XC90. O futuro modelo será lançado em 2022 em versões exclusivamente elétricas e com múltiplos sensores de inteligência artificial para zerar os acidentes de trânsito.

Apesar dos elementos típicos de protótipos, como as rodas de grande diâmetro e portas traseiras “suicidas” (que abrem em sentido oposto), o Concept Recharge exibe uma evolução da atual linguagem de design da Volvo. Prova disso é a manutenção dos faróis com luzes em forma de “martelo de Thor” e das lanternas verticais em formato de “L”. A marca batiza a filosofia de “menos, mas melhor”.

- Publicidade -

O Concept Recharge exibe para-choque integrado à “grade”, totalmente fechada devido à propulsão 100% elétrica, como no XC40 Recharge. O protótipo traz ainda câmeras no lugar dos retrovisores, radar e sensor LiDar acima do para-brisa e teto pintado na cor preta. Ao ser projetado para ser exclusivamente elétrico, o novo modelo tem como vantagem o foco no espaço interno, já que a ausência de motor a combustão permitiu maior entre eixos e melhor acomodação da bateria no assoalho, que é inteiramente plano.

Do lado de dentro, o destaque do conceito do futuro XC90 elétrico é a central multimídia com tela vertical flutuante de 15”, que promete ser o elemento central do novo sistema de infoentretenimento conectado da marca desenvolvido em parceria com o Google e a NVIDIA. O quadro de instrumentos traz uma tela widescreen colorida, de alta resolução, com exibição de mapas de navegação.

O novo Volvo XC90 elétrico será desenvolvido na plataforma SPA2, uma evolução da arquitetura SPA usada nos atuais XC60, XC90, S60, S90, V60 e V90. O novo elétrico da Volvo será responsável por estrear um supercomputador com inteligência artificial, que irá permitir o aprimoramento dos recursos de condução semiautônoma e a consequente prevenção de acidentes de trânsito. O sistema irá englobar múltiplos sensores de última geração, como a tecnologia LiDAR, desenvolvida pela empresa Luminar, e o módulo NVIDIA Drive Orin.

- Publicidade -

Baterias com autonomia de 1.000 km

A aposta de um futuro 100% elétrico até 2030 fez a Volvo investir no desenvolvimento e construção de fábrica própria de baterias em parceria com a empresa sueca Northvolt. No curto prazo, a Volvo planeja aumentar ainda mais a densidade de energia em suas células de bateria em até 50% na comparação com o que está disponível no mercado hoje.

Até o fim da década, a marca pretende alcançar o marco da densidade de energia de 1000 Wh/L. Com isso, será possível que os veículos elétricos alcancem cerca de 1.000 km de autonomia real com uma única carga da bateria. Antes disso, em 2025, a previsão é que o tempo total de recarga caia pela metade em relação aos elétricos atuais.

Outra tecnologia de baterias em desenvolvimento pela marca é o carregamento bidirecional, que permite que o veículo forneça energia à rede elétrica de residências. Os proprietários de elétrico poderão escolher fornecer energia à rede quando os preços e as emissões de CO2 relacionadas à produção de eletricidade estiverem em seu pico diário. Já a recarga do veículo poderá ser feita quando as emissões caem, no período noturno, por exemplo.

Fotos: Divulgação

Share This