Compacto passa a ser vendido somente com caixa automática CVT nas carrocerias hatch e sedã

O Toyota Yaris perdeu a opção de câmbio manual nas carrocerias hatch e sedã e passa a ser vendido somente com câmbio automático do tipo CVT. As antigas opções XL Live 1.3 Hatch (R$ 68.490) e XL Live 1.5 Sedã (R$ 69.990) até chegaram à linha 2021, apresentada em outubro, mas duraram pouco mais de um mês neste ano/modelo.

Além da extinção da opção manual, o Yaris também ficou até R$ 970 mais caro. No hatch, a versão XL Plus passou de R$ 78.690 para R$ 79.590, enquanto a XS foi de R$ 84.790 para R$ 85.760. Na X-Way, a tabela foi reajustada de R$ 88.790 para R$ 89.690, enquanto a topo de linha XLS passou de R$ 89.990 para R$ 90.890.

No Yaris sedã, a tabela da versão XL Plus 2021 passou de R$ 81.790 para R$ 82.990. A XS, que custava R$ 87.790, agora sai por R$ 88.190, enquanto a XLS foi de R$ 93.790 para R$ 94.190.

- Publicidade -

A marca manteve o preço de R$ 69.990 para as versões XL Live 1.3 CVT e XL Live 1.5 CVT de hatch e sedã, respectivamente, para atender à faixa de isenção de IPI e ICMS para clientes PCD. A série especial S também manteve a tabela em R$ 89.990.

Fotos: Renan Senra/Revista Carro

Share This