Renault Captur e Nissan Kicks compartilharão a plataforma

As próximas gerações nacionais dos SUVs Renault Captur e Nissan Kicks compartilharão a mesma plataforma. A informação foi revelada nesta terça-feira (4) pelo presidente da Renault para a América Latina, Luiz Fernando Pedrucci, em evento de celebração aos 20 anos de fabricação dos carros da marca no Brasil.

“A simples troca de logotipos – conhecida como crossbadging/rebadging – não vai acontecer. Serão carros diferentes”, adianta o executivo-chefe. Ou seja: design externo e interior serão desenvolvidos separadamente, enquanto plataforma e conjuntos mecânicos serão compartilhados. A informação também confirma que a parceria entre Renault e Nissan será mantida, apesar dos recentes rumores de separação após as acusações de fraude fiscal contra o chefão da aliança global, o brasileiro Carlos Ghosn.

O atual Captur produzido em São José dos Pinhais (PR) é diferente do modelo francês, feito na base do Clio europeu. Por aqui, o SUV da Renault adotou uma plataforma mais simples (conhecida como B0, a mesma do Duster), para crescer em dimensões e diminuir o custo do projeto.

Já o Nissan Kicks fabricado em Resende (RJ) é feito em uma versão atualizada da plataforma V, a mesma dos compactos March e Versa. Curiosamente, o SUV da Nissan chegou à Índia em outubro deste ano em uma inédita carroceria feita na plataforma do atual Captur brasileiro, o que pode indicar o futuro de ambos os SUVs.

As próximas gerações de Renault Captur e Nissan Kicks nacionais não deverão surgir antes de 2021, já que os modelos estrearam no Brasil, respectivamente, em 2017 e 2016. Antes do SUV compacto atualizado, a Renault irá trazer ao País a picape Alaskan e um SUV médio.

*Com informações de Fernando Lalli, de São José dos Pinhais (PR).

Pin It on Pinterest

Share This