luz temperaturaNo Correio Técnico da Revista CARRO, você pode esclarecer suas dúvidas sobre o funcionamento do veículo, legislação, equipamentos e por aí vai. Confira abaixo uma das dúvidas respondida por nosso consultor técnico, Bob Sharp.

Venho notando que cada vez menos carros têm medidor da temperatura do motor, havendo no seu lugar uma luz que acende se o motor esquentar muito. Esse sistema não é precário, quero dizer, quando a luz acender não é tarde demais, o motor já terá se danificado?
ANGELO MORETTI – PASSO FUNDO, RS

Muitos têm essa opinião, que é mais seguro haver no painel o termômetro da água, ou melhor, do líquido do arrefecimento do motor, pois a alteração de temperatura pode ser notada antes que o líquido superaqueça, “ferva”. Pode parecer ser assim, mas na verdade quando a luz acende é como se o ponteiro do termômetro atingisse, na escala, o que seria o princípio do superaquecimento. Nos dois casos, luz acender ou ponteiro do instrumento atingir o ponto descrito, deve-se parar o carro em local seguro o quanto antes, ou o motor poderá se danificar caso o motorista insista em continuar o percurso. O que muitos desconhecem é de uns bons anos para cá os termômetros serem calibrados de tal forma que o ponteiro fique “preso” na temperatura normal, 90 ºC, de maneira a dar tranquilidade ao motorista, pois na verdade a temperatura do líquido oscila normalmente. Vale notar que os sistemas de arrefecimento são cada vez mais seguros e duráveis, requerendo pouca manutenção.

Share This