acordo NissanA Nissan firmou parceria com o IPEN (Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares), localizado na Cidade Universitária em São Paulo. O acordo visa o desenvolvimento tecnológico do uso de bioetanol nos veículos movidos a célula de combustível.

A Nissan é a primeira fabricante de veículos global a desenvolver um protótipo de veículo movido a célula de combustível de Óxido Sólido (SOFC), que funciona através de energia elétrica gerada a partir da utilização do bioetanol.

Segundo a empresa, a utilização deste tipo de sistema combinado com a alta eficiência dos motores elétricos e o sistema de bateria garante ao Nissan SOFC uma autonomia superior a 600 km com 30 litros de etanol. Por contar com uma ampla rede de abastecimento de bioetanol – e ser um dos principais produtores do mundo –, o Brasil é peça chave para o desenvolvimento e estudos de viabilidade do projeto.

A parceria integra o conceito da Nissan Intelligent Mobility, o programa da marca para transformar a maneira como os carros são conduzidos, impulsionados e integrados na sociedade, e busca avaliar e viabilizar diferentes componentes para a introdução deste sistema em veículos de passeio.

A tecnologia da Célula de Combustível de Óxido Sólido da Nissan conta com um sistema gerador de potência que se utiliza da reação química de diversos combustíveis com oxigênio, incluindo etanol e gás natural, para produzir hidrogênio e posteriormente eletricidade.

Os testes com este tipo propulsão seguem em várias partes do mundo, porém, segundo Marcos Silva, presidente da Nissan do Brasil, “antes de cinco anos, ou seja, 2024, não será possível comercializar este tipo de veículo, pois precisa passar ainda muitos testes, desenvolvimentos e simulações”.

O protótipo com este sistema passou por um período de testes no Brasil entre 2016 e 2017. Dois veículos e-NV200 equipados com o sistema SOFC foram testados pela equipe de Pesquisa e Desenvolvimento da Nissan do Brasil e demonstraram que a tecnologia se adapta perfeitamente ao uso cotidiano e ao combustível brasileiro, ainda mais pelo fato de o país ter infraestrutura já existente para abastecimento com etanol em todo o seu território.

 

Leia mais

 

Novo Nissan Versa está confirmado para chegar ao Brasil em 2020

Nissan Sentra aparece em nova geração no Salão de Los Angeles

Nissan Kicks recebe motor turbo no SEMA Show

Share This