Jaguar I-Pace 2021

Land Rover também irá apostar em versões elétricas e híbridas de toda a gama atual até 2030

Jaguar e Land Rover, marcas controladas pelo grupo indiano Tata Motors, anunciaram estratégia de reposicionamento para os próximos anos. Entre as principais novidades, estão a transformação da Jaguar em uma marca só de carros elétricos a partir de 2025. Na Land Rover, toda a gama terá ao menos uma opção sem motor a combustão até 2030.

Os novos modelos da Jaguar serão desenvolvidos em uma plataforma inédita e dedicada exclusivamente aos carros da marca – atualmente, o I-Pace é o único carro elétrico da fabricante. Já os futuros modelos da Land Rover serão feitos nas plataformas modulares MLA e EMA, que permitirão o uso de motores a combustão e elétricos (para versões híbridas) ou somente elétricos.

Para os próximos cinco anos, estão previstos seis modelos 100% elétricos da Land Rover – o primeiro deles deverá surgir somente em 2024. Até o final da década, serão lançadas versões elétricas dos modelos das linhas Range Rover, Discovery e Defender.

- Publicidade -

A marca também continuará com motores a combustão em linha, para utilização em versões híbridas plug-in (que admitem recarga externa das baterias). A expectativa da marca de SUVs é que as variantes sem nenhum motor a combustão correspondam a 60% das vendas até 2030.

A Jaguar Land Rover tem como objetivo zerar a emissão de carbono nos produtos, operações e cadeia de suprimentos até 2039. Além da eletrificação da gama, a marca irá investir em célula de combustível, com o uso de hidrogênio, que não emite poluentes. A marca diz já desenvolver protótipos para testes da tecnologia pelos próximos 12 meses.

Fotos: Divulgação

- Publicidade -
Share This