- Publicidade -

Ford Mustang Mach-EA Ford revelou o SUV elétrico derivado do Mustang, batizado de Mustang Mach-E, que, segundo a fabricante, reunirá os atributos do esportivo em uma nova visão de futuro com a eletrificação. O modelo já está disponível para reserva mediante o pagamento de 500 dólares, embora as vendas estão previstas para ter início apenas no final de 2020  com a edição especial de lançamento First Edition – as demais versões serão entregues a partir de 2021. A empresa destaca que haverá uma versão padrão (bateria de 75.7 kWh) e outra com autonomia estendida (98.8 kWh), com tração traseira ou integral.

Destaque para a edição limitada First Edition, a ser oferecida com tração integral, autonomia estendida, capas dos freios pintadas de vermelho, pedais de alumínio, bancos com costuras contrastantes e uma placa com o nome da versão.

Ford Mustang Mach-EA Ford destaca que a autonomia do Mustang Mach-E pode chegar a mais de 482 km (com tração traseira e bateria com autonomia estendida). Nessa configuração, aliás, ele entrega 465 cv de potência e 57,6 kgfm de torque. Haverá ainda duas versões criadas para entregar maior performance: GT, que atinge os 100 km/h em menos de quatro segundos, e GT Performance Edition, que supera essa aceleração em torno de três segundos. Ambas terão números estimados de 465 cv e 84,6 kgfm.

- Publicidade -

Em questão de desempenho, o SUV terá freios Brembo com pinças de alumíniom enquanto a GT Performance Edition contará com suspensão adaptativa e amortecedores diferenciados para entregar performance e conforto ao rodar.

A empresa ressalta, ainda, que o SUV manteve as linhas tradicionais do esportivo, sendo reconhecido como um Mustang devido a assinaturas visuais como o capô alongado, o desenho mais ousado na traseira e os faróis afilados com as três linhas verticais. Além disso, oferece amplo espaço para bagagens e para os passageiros no banco traseiro – o SUV acomoda cinco pessoas.

Para quem precisar de mais espaço, há um compartimento sob o capô com mais 136 litros, suficiente para uma mala de cabine. Contudo, esse compartimento reserva uma surpresa: ele pode ser drenado. Ou seja, é possível encher de gelo e acomodar suas bebidas em um passeio ao ar livre. Já no porta-malas, são mais 821 litros, chegando a 1.687 litros com os bancos traseiros rebatidos.

- Publicidade -

Ford Mustang Mach-EOutra novidade que estreia no Mach-E é a nova geração do sistema de entretenimento Sync, que adota uma interface mais moderna com sistema inteligente que aprende as preferências do condutor. A tela de 15,5 polegadas é sensível ao toque, com comandos intuitivos como em um smartphone, afirma a fabricante.

O diretor da Ford, Darren Palmer, explica que o sistema pode sugerir comandos personalizados, por exemplo, ir à academia, se notar que todas as segundas-feiras é dia de malhar, ou ir para casa, se perceber que é o destino diário do motorista após o trabalho.

Ford Mustang Mach-EA bateria pode ser recarregada em uma tomada residencial aterrada, com 51 km de autonomia após um a recarga de uma hora. A Ford também oferecerá carregadores portáteis, inclusos no valor do carro, que adicionam 35 km a cada hora de recarga. Já em pontos de recarga rápida, será possível obter uma autonomia de 75 km com apenas 10 minutos de carga. A estimativa da Ford é que a recarga de 10% a 80% seja possível em aproximadamente 38 minutos nessas estações.

Leia mais

Ford Mustang Eleanor do filme “60 Segundos” irá a leilão

Conheça a história do primeiro Mustang fabricado no mundo

Mustang GT x Camaro SS: Uma ode à história

Share This