Com DNA esportivo em uma carroceria SUV, Ford Edge ST chega para agradar quem gosta de velocidade, mas não abre do conforto

Da fábrica de Ontário, no Canadá o Ford Edge é exportado para mais de 100 países, inclusi­ve para o Brasil desde 2008. Sempre focado em design e tecnologia de ponta para poder proporcionar o máximo de satisfação, con­forto, segurança e prazer ao dirigir para os ocupan­tes, o SUV da marca evoluiu nos últimos 10 anos. Porém mesmo com tantas inovações, após o lan­çamento do Ford Mustang e o segmento dos SUVs em constante crescimento, a Ford detectou uma demanda reprimida que preza pela esportividade, precisa de um carro espaçoso e seguro para des­frutar os momentos de lazer junto à família, o que os esportivões raiz geralmente não oferecem.

Aproveitando esse vazio, a Ford, depois de fazer o pré-lançamento no Salão do Automóvel de São Paulo, inicia as vendas do Edge ST, que inaugura a grife de alta performance Sport Technologies no Brasil e chega ao mercado com uma proposta dife­renciada dentro do segmento, reunindo o melhor de dois mundos: a potência e tecnologia de um autên­tico esportivo com o conforto, espaço e segurança de um utilitário esportivo.

- Publicidade -

Substituto da versão Titanium no Brasil, o Ed­ge ST logo de cara já impressiona pela aparência ousada, com grade dianteira preta do tipo colmeia que ostenta a sigla ST, faróis e lanternas em LED, rodas de 21”, saias laterais e escapamento com sa­ídas duplas. No interior, traz bancos esportivos de couro e camurça, volante e soleiras personalizadas, teto solar panorâmico e sistema de som premium da Bang & Olufsen, para proporcionar uma bela sensação de estar a bordo de um esportivo tradi­cional.

A segurança e tecnologia também não ficam de lado no modelo. O Edge ST exibe um arsenal tecnológico difícil de igualar. Além de todo pacote de segurança, como oito airbags, traz recursos de assistência ao motorista, reunidos no pacote Ford CoPiloto 360. Ele inclui sistemas muito importantes para uma ótima convivência da familia a bordo, co­mo o controle automático adaptativo de velocidade.

O Ford Edge ST 2019 é oferecido em catálogo único por R$ 299.000. Tivemos a oportunidade de conhecer e dirigir o SUV que integra o plano de re­novação da linha global da marca.

Primeiras impressões

A Revista CARRO dirigiu o Edge ST em um per­curso de 20 quilômetros pela Rodovia Presidente Castelo Branco e no Campo de Provas da Ford, localizado em Tatuí (SP), onde foi possível consta­tar o elevado desempenho e assistência ao moto­rista do veículo.

- Publicidade -

Equipado com o motor 2.7 EcoBoost V6, bi­turbo e com injeção direta, capaz de gerar 335 cv de potência máxima a 5.000 rpm, 54,5 kgfm de torque a 3.250 rpm, agregado a um câmbio au­tomático de 8 marchas e tração integral. O con­juto faz o Edge ST acelerar de 0 a 100 km/h em apenas 6s2 e atingir velocidade máxima de 209 km/h, segundo dados da fabricante.

Na prática a experiência é muito melhor, com modo Sport ativado e mais de 1.0 bar de pres­são produzida pelos turbos, o motor ronca forte e você sente uma leve grudada no banco. As tro­cas de marchas são rápidas e ocorrem no limite de giro do motor e rápidas nas mudanças. Já a excelente suspensão instiga uma condução mais esportiva.

O acerto das molas e amortecedores, ro­das de liga leve 21” e a tração integral do tipo sob demanda tornaram o veículo mais firme, propor­cionando superior estabilidade e aderência nas curvas, mesmo com 1.736 mm de altura e 209 mm de vão livre do solo. Além disso, o Edge ST também sabe se comportar docilmente para aqueles dias que você quer dirigir mais tranqui­lo. Em modo drive e sistema de cancelamento eletrônico de ruído ativo, proporciona um rodar muito confortavel e prazeroso a bordo.

Racionalidade ou compulsão

Você já passou por essa situação em que pre­cisa decidir entre se divertir sozinho ou com as pessoas que você gosta? Pois é, ter um carro esportivo é muito divertido e empolgante, po­rém há um senão. Geralmente eles têm apenas dois lugares e, quando quatro, o espaço é mi­núsculo. Sendo assim, se você gosta de cur­tir e sentir a esportividade de um veí culo com outras pessoas, essa ideia fica praticamente inviável.

A Ford percebeu essa demanda de clientes que apreciam desempenho nos SUVs e tratou de criar a rápida versão ST, que combina ain­da espaço e conforto de rodagem. E acertou a mão: o Edge ST atende muito bem esses três requisitos, com excelente nível de segurança a automação. Mesmo sendo pesado e não sendo exatamente o melhor exemplo em aerodinâmi­ca, seu desempenho chega a empolgar. O SUV tem como inspiração o esportivo Ford Mustang, com números parecidos até em preço. Já a es­colha do modelo fica a seu critério.

- Publicidade -
Share This