O novato Chevrolet Onix Plus chegou ao mercado brasileiro praticamente junto com a nova geração do Hyundai HB20S. Dois sedãs compactos que brigam pelo mesmo público, os dois com opções de motor 1.0 turbo, mas com muitas diferenças: do visual à lista de equipamentos. A Revista Carro lista a seguir quatro pontos em que o Onix Plus é melhor que o rival e quatro pontos em que o HB20S sai na frente. Em breve você terá também um comparativo completo, com dados de pista, dos dois sedãs.

Chevrolet Onix Plus

1 – Seis airbags
O modelo da Chevrolet, além de ter conquistado cinco estrelas de proteção para adultos e crianças no teste de segurança do Latin NCap se destaca por trazer seis airbags de série desde a versão de entrada. São bolsas infláveis frontais, laterais e de cortina. No HB20S, dependendo da versão são dois ou quatro airbags.

2 – Park Assist
Outro destaque na lista de equipamentos do Onix Plus é o Park Assist, o assistente de estacionamento que auxilia o condutor em manobras em vagas paralelas e perpendiculares. Esse item, que equipa o sedã apenas na configuração topo de linha Premier, está indisponível no rival da Hyundai, mesmo na sua respectiva versão mais cara.

Chevrolet Onix Plus Premier3 – MyLink
Desde que chegou ao mercado, a central multimídia MyLink fez sucesso, oferecendo uma interface bastante intuitiva e fácil de operar. No novo Onix, o sistema está em sua nova geração, com tela sensível ao toque de 7″ do tipo flutuante, com melhor resolução e que facilita a sua visualização, além de agregar os comandos do ar-condicionado digital na configuração topo de linha Premier. Ela oferece ainda conexão Android Auto e Apple CarPlay, sem contar o Wi-Fi integrado para conexão dos passageiros à internet a partir da versão LT 1.0 Turbo MT e a saída USB para o banco traseiro, último disponível em todas as versões com motor turbo.

4 – Preço
Considerando as versões com o novo motor 1.0 3-cilindros turbo, o Onix Plus parte de R$ 58.790 e chega a R$ 73.190 na topo de linha Premier. São valores bem menores quando comparado ao novo Hyundai HB20S com o propulsor 1.0 TGDI, que varia de R$ 71.790 a R$ 81.290.

Hyundai HB20S

1 – Frenagem autônoma de emergência
A versão topo de linha do novo HB20, a Diamond Plus 1.0 TGDI AT (de R$ 77.990) conta com sistema de frenagem de emergência autônoma, inexistente no rival, além do alerta de mudança de faixa. Esses itens equipam somente modelos mais caros na linha Chevrolet.

2 – Borboletas para trocas de marcha
Nos sedãs dotados de câmbio automático, o HB20 leva a vantagem de trazer as borboletas atrás do volante para realizar as trocas manualmente. No modelo da Chevrolet, existe apenas o botão – incômodo – na lateral da alavanca.

Novo Hyundai HB20S3 – Potência e torque
O novo HB20S entrega melhores respostas ao acelerador, o que pode ser sentido ao volante comparando os dois sedãs. Com o motor 1.0 3-cilindros turbo com injeção direta, chamado TGDI, ele entrega 120 cv de potência e torque de 17,5 kgfm a 1.500 rpm com ambos os combustíveis. Para comparar, no 1.0 turbo da Chevrolet, são 116 cv com gasolina ou etanol, e torque máximo de 16,3 kgfm(e) e 16,8 kgfm (g) a 2.000 rpm.

4 – Suspensão 
Embora ambos tenham sistema independente McPherson na dianteira e eixo de torção na traseira, a sensação do volante no HB20 é mais confortável. O sedã da Hyundai trazia um acerto mais focado em conforto na primeira geração, adotando agora mais equilíbrio, o que se reverte em maior conforto e estabilidade a bordo quando comparado ao novo Chevrolet Onix Plus.

 

Leia mais

 

Novo Hyundai HB20 chega com preços a partir de R$ 46.490

Novos Chevrolet Onix e Onix Plus: versões, preços e equipamentos

- Publicidade -
Share This