O Polo 1.6 MSI só tinha câmbio manual de 5 marchas, faltava o automático

Texto e fotos: André Schaun

O novo Volkswagen Polo oferecia câmbio automático apenas nas versões Comfortline e Highline, com o motor 1.0 TSI, deixando uma lacuna no motor aspirado 1.6 MSI. Mas isso mudou com a linha 2019.

Desde julho, o Polo 1.6 MSI passou a contar com o câmbio automático epicíclico convencional de seis marchas, partindo dos R$ 62.690. Os itens de série são os mesmos da versão manual, porém pode contar com um kit extra de R$ 3.415 consistindo de rodas de liga leve, central multimídia com CarPlay e Android Auto e espelhos elétricos. E por mais R$ 1.381, a versão conta com controles de estabilidade e tração e auxílio para partida em rampas; e foi com esses opcionais que realizamos esta avaliação.

Sob o capô, os números são idênticos ao manual, entregando 117 cv de potência e 16,5 kgfm de torque, com etanol, e 15,8 kgfm de torque e potência de 110 cv, com gasolina. Na cabine, tudo também continua igual, e o ajuste de altura e de distância do volante faz bastante falta. Sua central multimídia é bem completa e fácil de ajustar.

Em movimento, sua resposta é algo mais lenta do que a versão manual, embora o motor mostre boa elasticidade… As trocas automáticas são boas, mas no modo esportivo do câmbio ficam mais rápidas.

Trocas manuais sequenciais são feitas pela alavanca seletora — não há borboletas junto ao volante para isso — mais para buscar marchas inferiores e contar com freio-motor como ao descer uma serra, do que para obter desempenho propriamente dito. Este consegue-se acelerando rapidamente a fundo, o chamado kickdown, especialmente no modo Sport.Numa situação de ultrapassagem é só acelerar desta forma.

É de estranhar a ausência das borboletas, já que este câmbio Aisin AQ160-6F é construtivamente o mesmo AQ250-6F usado no Polo 1.0 TSI, que não tem versão manual. É de se supor que tenha sido exclusivamente por razões de custo visando melhor posicionamento de mercado em preço. De qualquer maneira, as trocas manuais pela alavanca seletora são fáceis e até divertidas.

Sua suspensão é muito bem ajustada, deixando o hatch bem estável e com poucas oscilações; além de ótima acústica. As arrancadas em aclives são facilitadas pelo assistente para esse fim. Apesar da falta de alguns itens, para sua principal proposta, que é de tornar o percurso urbano mais agradável, seu papel é bem cumprido, mas todos os opcionais são essenciais para a versão valer a pena.

Newsletter

Newsletter

Quer ficar por dentro das noticias da Revista Carro em primeira mão?

Receba grátis!

Obrigado!

Pin It on Pinterest

Share This