A Porsche anunciou as versões e preços da terceira geração do Porsche Cayenne no Brasil. Dotado de novo chassi e três diferentes motores, também ganhou desenho externo atualizado e, em seu interior, multimídia com tela de 12,3 polegadas no console central.

O SUV traz na versão básica um motor 3.0 V6 turbo com 340 cv de potência e torque de 45,8 kgfm. Nesta configuração, segundo a marca alemã, consegue acelerar de zero a 100 km/h em 6s2 (em 5s9 segundos com o pacote Sport Chrono). Para levá-la para casa, é necessário desembolsar a partir de R$ 423.000.

Na versão S (R$ 523.000), o utilitário esportivo carrega um motor V6 2,9 litros com dois turbos, capaz de gerar 440 cv de potência e 56,1 kgfm de torque. Acelera de zero a 100 Km/h em 5,2 segundos (ou 4s9 com o pacote Sport Chrono) e tem velocidade máxima de 265 km/h.

Por fim, o motor da versão topo de linha Cayenne Turbo (R$ 733.000) rende 550 cv – 30 cv a mais que a geração anterior – e 78,5 kgfm de torque. Com esses números, vai de zero a 100 km/h em apenas 4,1 segundos e alcança a velocidade máxima de 286 km/h, certifica a Porsche. A transmissão em todas as versões é composta por câmbio Tiptronic de 8 velocidades e tração ativa nas quatro rodas.

O chassi do SUV possui sistemas ativos sincronizados pelo Porsche 4D Chassi Control, que trabalha em tempo real otimizando continuamente o comportamento de pilotagem. No campo da suspensão, o Cayenne pode ser equipado com o eixo traseiro direcional, assim como seus irmãos 911 e Panamera. Essa opção tem o papel de melhorar a agilidade nas curvas e a estabilidade nas mudanças de faixa com velocidades mais altas. Além disso, há como opcional a suspensão a ar adaptável, que permite ajustar a altura do carro com o solo em terrenos fora de estrada.

O visual mudou nas entradas de ar dianteiras, que são maiores agora por conta dos novos motores. Já a traseira, os faróis se tornaram uma faixa luminosa contínua de LED. Seu tamanho também foi ajustado, passando a ser 63 milímetros maior em comprimento do que o modelo anterior, mas permanece com a mesma distância entre eixos (2.895 mm) e a altura do teto foi reduzida em nove milímetros. Ainda, o volume do porta-malas aumentou para 770 litros.

Em seu interior, o Cayenne carrega uma tela touch Full HD de 12,3 polegadas que opera de modo intuitivo e por comando de voz. No painel de instrumentos, o motorista visualiza o conta-giros analógico ladeado por dois displays Full HD de sete polegadas, que mostram dados de direção e informações personalizadas. Entre os sistemas de auxílio ao motorista, há uma assistente de visão noturna com câmera termográfica, um assistente para ponto cego, um de controle de troca de pista com reconhecimento de sinalizações de trânsito e o auxiliar de estacionamento ParkAssist com Surround View.

 

Newsletter

Newsletter

Quer ficar por dentro das noticias da Revista Carro em primeira mão?

Receba grátis!

Obrigado!

Pin It on Pinterest

Share This