Citroën muda o visual, inclui equipamentos, aprimora os materiais de acabamento e mantém motor e câmbio no sedã médio C4 Lounge

Chega ao mercado brasileiro o novo Citroën C4 Lounge. Fabricado na Argentina, o sedã médio passou por um processo de reestilização alinhado com a identidade global da marca. Na dianteira, a frente ostenta um novo para-choque com faróis de neblina nas extremidades que incluem a função de luz de curva ativa para iluminar a parte interna da curva.

A grade central tem novo desenho e o duplo chevron, símbolo da marca, com linhas tridimensionais. Para reforçar o visual moderno, na opção topo de linha, uma nova assinatura luminosa, o conjunto ótico Full LED tem luzes diurnas (DRL). A iluminação também é utilizada para dar novo visual na parte traseira, as lanternas são tridimensionais, uma nova barra cromada faz a integração do conjunto.

Sem mudanças nas linhas da carroceria, o maior destaque das laterais fica por conta das novas rodas em liga-leve de 17 polegadas denominadas de ‘Djobie’.

No interior, o painel tem um novo quadro de instrumentos, também são novos o console central e o porta-objetos. Nos mostradores 100% digitais, além das informações convencionais como velocidade, rotação do motor, marcador de combustível, temperatura, entre outras, foi incluído o Ecocoaching para auxiliar o motorista a dirigir de maneira econômica.

Em tempos de smartphones, não poderia faltar uma nova central multimídia, desenvolvida pelo Grupo PSA. Nela é possível acessar os sistemas de ajuda à direção, ar-condicionado, smartphone, espelhar os aplicativos por meio do Mirror Screen, ainda suporta o Android Auto, Apple CarPlay e MirrorLink. Tem rádio AM/FM, com 6 alto-falantes e os comandos são no volante.

A Citroën optou por continuar com o motor 1.6 THP de 173 cv (E)/166 cv (G) a 6.000 rpm e torque de 24,47 kgfm (E/G) a 1.400 rpm. Também não mudou a calibração das suspensões. Segundo a fabricante, ele compartilha peças de reposição como amortecedores, molas, discos e pastilhas de freio com o modelo anterior.

O câmbio ainda é o Aisin automático de seis marchas, e não há mais a versão com o câmbio manual. No test drive promovido para a imprensa especializada em Buenos Aires, na Argentina, o carro abastecido com gasolina mostrou-se com bom desempenho. Para um sedã deste porte, tem arrancada rápida e desenvolve velocidade sem esforço. As suspensões estão equilibradas para uso misto (cidade/rodovia). E o interior é muito confortável, tanto para o motorista, como passageiros.

Na linha 2019 o Citroën C4 Lounge passa a contar com a versão de entrada Live com preço sugerido de R$ 69.990, exclusiva para Vendas Diretas e o segmento PCD.

Ela vem com rodas de alumínio 16” Sansiro e novos faróis halógenos. A intermediária Feel custa R$ 93.920, tem a mais, as rodas de alumínio 17” Djobe Gris Etincelle, os sensores de chuva e luminosidade, câmera de estacionamento traseira, Central Multimídia com tela de 7” e navegador GPS, além dos bancos revestidos em couro, air bag lateral, ar-condicionado automático de duas zonas e apoio de braço no banco traseiro.

Na versão Shine, topo da linha o C4 Lounge sai por R$ 102.790, nele as rodas são 17” Djobe diamantada com pintura Gris Antra Brilhante, novos faróis Full LED, airbag de cortina e teto solar elétrico.O novo C4 Lounge ficou agradável, a expectativa é de que a Citroën irá comercializar em média, 500 unidades do modelo por mês.

Pin It on Pinterest

Share This