- Publicidade -

Ford Ranger fábrica Argentina

Unidade de Pacheco passa por profunda modernização, viabilizada por investimento de 580 milhões de dólares

 

A Ford deu início às obras de modernização da fábrica de Pacheco, na Argentina, para a produção da nova geração da Ranger em 2023. A atualização da unidade faz parte do investimento de 580 milhões de dólares anunciado pela marca no país vizinho.

A reforma da fábrica inclui extensas mudanças estruturais nas áreas de montagem, estamparia, carroceria e pintura. Nas imagens oficiais divulgadas pela própria marca, é possível ver obras civis profundas, com o uso de retroescavadeiras para trabalho de novas fundações e terraplanagem. Segundo a empresa, até o teto da fábrica será elevado a fim de receber novas prensas de alta velocidade.

Na seção de montagem da carroceria, serão instalados 338 novos robôs de soldagem e manuseio, com previsão de conclusão para meados de 2022. A produção da atual Ranger, que recebeu recentemente a linha 2022 no Brasil, segue normalmente, após parada técnica de 5 semanas entre os meses de março e abril para adequação da reforma.

- Publicidade -

Além da profunda reforma na fábrica, a Ford irá investir parte do montante de 580 milhões de dólares em um plano de localização do parque de fornecedores de peças no entorno da fábrica. A Ranger produzida na Argentina é exportada para todos os mercados da Ford na América Latina.

A nova Ranger possui desenvolvimento mundial em parceria com a Volkswagen, que terá a futura Amarok produzida na mesma plataforma. Apesar disso, a nova geração da picape da Volkswagen não será produzida na Argentina, ficando restrita à Àfrica do Sul.

Fotos: Divulgação

- Publicidade -
Share This