Fluffy robô Ford

Batizados de Fluffy e Spot, robôs possuem câmeras de alta definição para fazer a varredura da fábrica, mas eles também sentam e rolam

A Ford implementou dois robôs em sua fábrica de transmissões de Van Dyke. Dotados de quatro pernas e parecendo pequenos cachorros, os robôs receberam os nomes de Fluffy e Spot e têm a missão de escanear toda a planta utilizando scaners e câmeras de alta definição de 360º, ajudando os engenheiros no mapeamento dos espaços.

Fluffy robô Ford

Controlados remotamente, cada robô possui cinco câmeras, com baterias que duram cerca de duas horas, permitindo vasculhar a fábrica nos detalhes. Eles são capazes de subir escadas e, se caírem, conseguem se levantar sozinhos. Além disso, mantêm distância segura de outros objetivos para evitar colisões. Segundo a Ford, eles podem até se sentar, dar a mão e rolar.

- Publicidade -

Segundo a empresa, sem esses equipamentos, escanear e documentar toda a área levaria mais do que o dobro do tempo. “Costumávamos usar um tripé e andávamos pelas instalações parando em locais diferentes, cada vez permanecendo por cinco minutos esperando o laser digitalizar. A varredura de uma planta pode levar duas semanas, mas com a ajuda do Fluffy podemos fazer isso na metade do tempo”, afirma Mark Goderis, Gerente de engenharia digital da Ford. 

Fluffy robô Ford

O objetivo da Ford é conseguir programar os robôs para enviarem as informações em tempo real de qualquer parte do país. Porém, por enquanto, eles podem circular a até 50 metros do operador, seguindo um caminho específico.

Confira abaixo o vídeo do Fluffy (áudio e legendas em inglês):

- Publicidade -
Share This