Chevrolet Onix

Segundo o estudo Carros em Conexão, do Instituto QualiBest, a maioria dos motoristas brasileiros preferem um carro bem equipado a um zero km mais básico. A pesquisa quantitativa foi feita online entre os dias 27 de abril e 15 de maio de 2018. Ao todo, 1.380 homens e mulheres acima dos 18 anos de todo o país participaram do estudo.

Entre os motoristas entrevistados, 63% preferem um carro usado com mais itens de conforto e segurança a um novo mais básico. Entre os 24 itens apresentados durante o estudo, ar-condicionado e alarme foram considerados os mais importantes. Segundo a mostra, 80% dos entrevistados disseram que o ar-condicionado é um item fundamental, independentemente do valor que pretendem gastar no próximo carro. Já o alarme é importante para 76% dos motoristas, também independentemente do valor.

Os motoristas que pretendem gastar de R$ 50 a R$ 70 mil no próximo carro, por exemplo, o sistema de controle de estabilidade do carro mostra-se fundamental para a maioria dos compradores (59%). Já 49% consideram fundamental o sensor de estacionamento e, para 35%, a câmera de ré. Entre os motoristas que pretendem gastar mais de R$ 70 mil, por outro lado, itens como câmbio automático e direção com assistência elétrica são fundamentais para a maioria (62%).

Segundo o estudo, as fabricantes Fiat e Chevrolet foram consideradas as marcas de maior presença na garagem dos brasileiros, com um índice de 24% cada uma. Em terceiro lugar está a Volkswagen, que aparece em 22% das respostas, seguida por Ford (15%), Renault (9%), Hyundai (8%), Honda (7%) e Toyota (6%).

O cenário muda quando o assunto são as marcas que os consumidores pretendem comprar: Chevrolet e Volkswagen aparecem empatadas em primeiro lugar, com 36% cada uma, enquanto a Fiat aparece em terceiro lugar, com 31%, seguida de Honda (29%), Ford (28%), Hyundai (28%), Toyota (27%) e Renault (22%).

Em relação à fidelidade dos consumidores, as fabricantes japonesas Honda e Toyota foram as que alcançaram os maiores índices. Segundo o estudo, 87% dos entrevistados que têm um Honda almejam comprar outro, esse número chega a 81% entre os entrevistados que têm um Toyota.

Pin It on Pinterest

Share This