Uma das estrelas da década de 70, o BMW M1 comemora 40 anos. O modelo que foi produzido pela BMW Motorsport GmbH em abril de 1978 é considerado pela marca como seu primeiro esportivo, foi o responsável por iniciar a série dos veículos de competição M – hoje em dia sua venda é direcionada para o público final.

O cupê começou sua história no Campeonato BMW M1 Procar, uma categoria de corrida automotiva  monomarca criada pela fabricante alemã. Para essa competição foi criada a versão BMW M1 Procar, que trazia uma carroceria com para-lamas mais alargados e o spoiler dianteiro modificado.

Por baixo capô, Niki Lauda e Nelson Piquet tiveram o prazer de utilizar um motor a gasolina de seis cilindros com potência de 470 cv, que empurrava o carro de 0 (zero) a 100 km/h em apenas 4s5, atingindo uma velocidade de 310 km/h. Não bastando  esses números alarmantes para sua época, o esportivo ainda ganhou um turbo, o qual proporcionou potencias entre 850 cv e 950 cv.

Para a versão de rua foram produzidas apenas 460 unidades de forma artesanal entre 1978 e 1981. O M1 sempre puxou para si as atenções daqueles motoristas que gostam de velocidade, principalmente por sua aerodinâmica e desenho achatado (o modelo têm 1,14 m de altura) e pesa 1.300 quilos. Já o motor aspirado posicionado no centro do carro de seis cilindros a gasolina deixa sua marca aonde passa por produzir 277 cv e um torque de 33,6 kgfm, além de conseguir marcar no velocímetro até 265 km/h.  Um verdadeiro carro de competição, até mesmo frente aos seus descendentes, como o BMW M8.

Newsletter

Newsletter

Quer ficar por dentro das noticias da Revista Carro em primeira mão?

Receba grátis!

Obrigado!

Pin It on Pinterest

Share This