Modelo é o mais fiel à receita original com motor a gasolina com 204cv e preços a partir de R$ 239,9 mil

Por Marcos Camargo Jr. Fotos: Marcos Camargo Jr.

A Mini já teve modelos compactos e uma família inteira de carros com seu perfil minimalista que atravessou as décadas. E agora ao apresentar o Mini Cooper S a nova geração mantém a carroceria de três portas e os detalhes estéticos que consagraram o carro. Produzido no Reino Unido o Mini Cooper S traz muito da identidade original agora com muito mais tecnologia a bordo.

O motor do Mini Cooper S é o conhecido 2.0 TwinPower com 204cv e 30kgfm de torque e alcança os 240km/h controlado pelo Câmbio de dupla embreagem de sete velocidades banhado a óleo. Embora seja o mesmo motor do X1 e X2 e do Série 3, cada acerto é diferente conforme a proposta do veículo.

Por dentro o Mini Cooper S traz o mesmo perfil de poucos botões em um tabelier com trama grossa que é de origem vegetal. O Mini Operating Modes com 6 modos incluindo o Personal onde pode baixar imagem e colocar na Tela de OLED de 24cm. Abaixo, o console com botão de ignição e controle de modos de condução são fiéis à proposta original do Mini. Além do botão de ignição, há o freio de estacionamento, assistente de estacionamento e “experience modes”.

“Quando vocês forem andar no Cooper verão um carro totalmente novo, estrutura suspensão, sendo um carro da família fiel à sua proposta com tecnologia embarcada e motor a combustão”, diz Rodrigo Novello, diretor da marca Mini no Brasil.

 

Duas versões

O Mini Cooper S chega ao país em duas versões A Exclusive de R$ 239,9 mil com opções de revestimento interno em preto e bege e já tem o Drive Assistant, controle de modos de condução, carregador de celular indução, teto solar e rodas aro 17. Já a versão Top custa R$ 269,9 mil e tem opção de revestimento preto e cinza e incorpora rodas com design diferenciado, realidade aumentada na tela OLED, assentos JCW, head up display, Som Harman Kardian, bancos elétricos, retrovisor rebatível e faróis adaptativos.

Share This