O conjunto motriz do híbrido BMW i8 conquistou o prêmio International Engine of the Year – Motor Internacional do Ano – na categoria para motores entre 1.4 litro e 1.8 litro. Desde de a chegada do BMW i8 ao mercado, em 2014, o powertrain híbrido plug-in conquistou inúmeros prêmios – e este é o quarto ano consecutivo que esta tecnologia vence uma ou mais premiações.

De acordo com a fabricante, o BMW i8 é o “carro esportivo do futuro” e tem sido o esportivo PHEV (veículo híbrido elétrico plug-in) mais vendido do mundo desde o seu lançamento, há quatro anos. Suas inovações tecnológicas embarcadas, assim como as do compacto premium elétrico BMW i3, já estão sendo implementadas nos principais modelos da BMW.

O i8 é equipado com um motor a combustão, de três-cilindros que desenvolve 231 cavalos de potência e é responsável por mover as rodas traseiras. O motor elétrico – cuja potência foi elevada para 143 cv – é alimentado por uma bateria de íons de lítio (e que pode ser carregada em uma tomada elétrica convencional) – e impulsiona as rodas dianteiras. Com este sistema híbrido plug-in é possível uma condução totalmente elétrica, cuja autonomia foi recentemente elevada para 55 quilômetros e cumpre os 0-100 km/h em apenas 4s4.

Em 2018, o prêmio International Engine of the Year celebra sua 20ª edição, com júri composto por 70 jornalistas automotivos de 31 países.

Newsletter

Newsletter

Quer ficar por dentro das noticias da Revista Carro em primeira mão?

Receba grátis!

Obrigado!

Pin It on Pinterest

Share This