Land Rover Discovery Sport

Não se trata de ilusão, tampouco de algum truque provocado por um mágico, mas a evolução da Land Rover nos últimos seis anos nem parece real. Afinal, desde março de 2008, quando foi adquirida pelo grupo Tata Motors junto à Ford, a empresa vem se destacando por suas inovações. E o melhor: sem esquecer a sua história de 68 anos.

A tradicional fábrica de Solihull, por exemplo, foi transformada em um “templo do alumínio”, tamanha é a importância que o material possui nos modelos da marca atualmente. Além disso, foi erguida uma nova unidade para a produção de motores, criados cerca de 10.000 postos de trabalho e o grupo investiu pesado em centros de desenvolvimento e de pesquisa, a fim de renovar totalmente o seu portfólio. 

Se o Evoque foi o primeiro produto da “nova Land Rover”, agora é o Discovery Sport — que será produzido no Brasil — que representa o máximo em termos de tecnologia embarcada nos modelos da marca, que pretende não apenas ser a referência em veículos off-road, mas também entre os SUVs esportivos. Tecnologia para atingir esse objetivo a fabricante já mostrou que possui. 

Confira abaixo as 25 maiores inovações da fabricante: 

1 – Airbag para pedestres 

O Discovery Sport terá um avançado sistema de proteção para pedestres, composto por um airbag de 110 litros que é ativado em 60 milissegundos, a partir de 25 km/h. A bolsa foi desenhada de forma a não prejudicar a visibilidade do motorista após o impacto e o sistema também é capaz de “identificar” se o impacto ocorreu contra uma pessoa ou contra um objeto. 

2 – Suspensão pneumática em SUVs 

A primeira vez que se viu um veículo 4×4 equipado com suspensão pneumática foi em 1992, em um Land Rover. Hoje, o sistema está na sua quinta geração, pode ser ativado de maneira manual ou automática e é a mais moderna do mercado. Atualmente, o equipamento pode ajustar a altura da carroceria em até 18,5 cm, permitindo deixar o veículo mais baixo, facilitando o acesso, ou tão alto que possibilite transpor os obstáculos mais difíceis no off-road.  

3 – Motores Ingenium 

Projetada e produzida em conjunto com a Jaguar em uma nova fábrica localizada no Reino Unido, a inovadora linha de motores de 4 cilindros é feita de alumínio, tem injeção direta de alta pressão e atrito reduzido. A gama Ingenium terá versões a diesel e a gasolina e, de acordo com a fabricante, chega a ser até 80 kg mais leve que seus concorrentes.   

4 – Suspensão 

Maior rigidez, menos massa não-suspensa, menor índice de ruído e máximo conforto e agilidade. Essas são as qualidades apregoadas pela Land Rover com a sua nova e avançada suspensão traseira multibraço, que utiliza componentes feitos de ligas de alumínio para reduzir o peso. Combinada com amortecedores MagneRide ajustáveis eletronicamente, adapta rigidez e suavidade de acordo com as condições do terreno em que o automóvel trafega.  

5 – Frenagem autônoma 

O sistema estreia no Discovery Sport. Caso detecte uma possível colisão, o equipamento intervém com uma série de sinais acústicos e visuais, antes de acionar a frenagem autônoma. Segundo a empresa, o sistema pode parar o carro totalmente entre 5 km/h e 50 km/h, além de reduzir os efeitos de um acidente em velocidades mais altas. O equipamento atua em conjunto com uma câmera estéreo instalada no para-brisas. 

6 – Head-Up Display 

O Range Rover Evoque foi o primeiro modelo a utilizar este equipamento, que projeta as informações na parte interna do para-brisas com uma nitidez até agora inigualada. Velocidade, marcha utilizada, controlador de velocidade de cruzeiro, indicações do navegador e até leitura das placas de sinalização são algumas das informações exibidas pelo Head-Up Display. 

7 – Além dos pontos cegos 

Atualmente, várias fabricantes oferecem sistemas de alerta que avisam o motorista sobre a presença de outros veículos nos chamados pontos cegos. Pois a Land Rover foi além, e seus carros já contam com um equipamento que também avisa o condutor sobre a aproximação de outros carros por trás, mesmo que estes ainda estejam a grande distância. Isso representa mais segurança nas manobras de ultrapassagem. 

8 – Esportivo em corpo de SUV 

O Discovery Sport tem como missão ser o melhor SUV esportivo de luxo do mundo. Para tanto, conta com um distribuidor de torque em curvas que monitora o comportamento do carro 120 vezes por segundo! Assim, o veículo sempre consegue manter a melhor tração e o controle da direção sobre as mais diversas condições. 

9 – Capô transparente 

Graças a câmeras instaladas na grade dianteira, a Land Rover conseguiu deixar o capô de seus carros “invisível”! Por meio de técnicas de realidade aumentada, a fabricante consegue exibir tudo que há sob o capô no para-brisas do carro, permitindo que o condutor enxergue obstáculos até então impossíveis de serem vistos e que trafegue avançando com maior segurança sobre qualquer tipo de terreno. 

10 – Sensor de alagamento 

Sensor de alagamento, patenteado como Wade Sensing pela fabricante

Embora seus modelos já possuam grande capacidade de cruzar trechos alagados, a Land Rover patenteou o Wade Sensing, sistema que identifica e informa a profundidade de um alagamento à frente por meio de gráficos no console. O equipamento funciona por meio de câmeras e sensores instalados nos retrovisores externos (e já existem protótipos que fazem essa medição por laser). Será oferecido no Discovery Sport.

11 – Assistente de estacionamento inteligente 

Como o personagem da antiga série de TV Supermáquina, os Land Rover ganharam um assistente de estacionamento “inteligente”, que detecta qualquer obstáculo ou presença ao redor, mede as distâncias e manobra a direção automaticamente. Além disso, também possui um detector de trânsito transversal, útil ao se manobrar em vagas nas ruas.  

12 – Pioneiro com 9 marchas 

A Land Rover foi a primeira fabricante a utilizar o câmbio automático de 9 marchas em 2013. Menor e mais leve que as demais (pesa aproximadamente 7,5 kg a menos que uma caixa similar de 8 marchas), proporciona economia de combustível e respostas mais ágeis, principalmente no uso fora-de-estrada. 

13 – Terrain Response 

Em sua terceira geração, o sistema da Land Rover pode alterar automaticamente a resposta de direção, acelerador, câmbio, tração, freios e controle de estabilidade, permitindo ao carro avançar sobre qualquer terreno. Com cinco modos (geral, grama/cascalho/neve, lama, facões e areia), o Discovery Sport conta ainda com a opção Dynamic Mode para oferecer o melhor desempenho em estradas asfaltadas. 

14 – Controle de cruzeiro off-road 

Trata-se da mais recente evolução em sistemas fora-de-estrada e está disponível em alguns Land Rover. Chamado All Terrain Progress Control, permite manter uma velocidade constante em trilhas, de 1,8 km/h a 30 km/h. Além disso, o sistema monitora o veículo constantemente, a fim de manter a tração ideal.  

15 – Química natural 

Uma fabricante de veículos off-road tem de imaginar as condições de uso mais severas. Assim, a Land Rover utiliza produtos naturais nos para-brisas para evitar que sujem ou acumulem poeira em regiões nas quais poderiam prejudicar a visibilidade, ou em pontos da carroceria onde a poeira poderia prejudicar o funcionamento de sensores, por exemplo. 

16 – Por controle remoto 

Trata-se de um conceito, ainda, mas a Land Rover já anunciou que é possível e viável lançar um sistema para manobrar o veículo em baixa velocidade a distância. O controle será feito por meio de joystick ou por tablet/smartphone, via Wi-Fi e facilitará a vida de quem possui alguma dificuldade para se movimentar, por exemplo. A empresa, contudo, ainda não anunciou quando o equipamento poderá ser lançado comercialmente. 

17 – Engenharia sustentável 

Até 85% dos novos veículos Land Rover são recicláveis ao fim de sua vida útil.O novo Discovery Sport, por exemplo, utiliza até 42 kg de material natural renovável e reciclável. Trata-se de um marco na história da empresa, mas a ideia é ampliar esse número no futuro. 

18 – Preparado para um futuro elétrico 

Atenta ao futuro da mobilidade, a fabricante trabalha em três frentes: a primeira será lançar em breve o seu primeiro híbrido (um Range Rover), que combinará um motor diesel com um elétrico. A segunda será um Defender 100% elétrico, com autonomia para cerca de 80 km, mas com a valentia tradicional do modelo para trechos off-road. Já a terceira será um Evoque híbrido com motor a gasolina e sistema Plug-In. Todos os modelos contarão com avançadas baterias de íons de lítio. A Land Rover, porém, ainda não confirmou quando essas novidades serão lançadas. 

19 – Carro no seu celular 

Um aplicativo registrado pela empresa permite saber como está a manutenção do carro por meio do celular ou até localizá-lo no caso de roubo ou se você esquecer em qual vaga o deixou no estacionamento. Além disso, ele pode realizar chamadas automáticas de emergência em caso de acidente. 

20 – Active Driveline 4×2 e 4×4 

Já disponível no Discovery Sport, o revolucionário sistema permite desacoplar o eixo traseiro quando não é preciso tração integral. Sua principal vantagem é a economia de combustível, já que o carro é movimentado apenas pelo eixo dianteiro, deixando a traseira livre. Se necessário, porém, a tração integral é acionada automaticamente em fração de segundos garantindo a segurança. 

21 – Líder em alumínio 

Com o novo Range Rover, a fabricante ganhou lugar no Livro dos Recordes Guiness por produzir a maior estrutura de um automóvel feita de alumínio na história. E a Land Rover não parou, ela vem ampliando o uso de alumínio não só em carrocerias, mas em motores, suspensão e outros componentes. Foi a receita adotada pela empresa que investiu mais de 430 milhões de euros no Reino Unido para se tornar a referência no uso de alumínio. O resultado desse desenvolvimento é que seus veículos não só se tornaram mais leves como também melhoraram em dirigibilidade, rigidez e, principalmente, consumo de combustível e emissões. 

22 – Conectividade sem precedentes 

A Land Rover lançou o justDrive, que, segundo ela, é o sistema multiúso de ativação por voz mais avançado do mundo. Trata-se de uma tecnologia revolucionária que integra múltiplos aplicativos de smartphones (como Spotify, de música, ou a rede social Twitter) em uma única plataforma comandada por voz, assim como os recurso de navegação e os de áudio. Promete revolucionar a interatividade entre motoristas e carros. 

23 – Dual View 

Patenteado pela Land Rover, o equipamento multimídia é capaz de oferecer imagens e conteúdo distintos para condutor e passageiro por meio da tela tátil de 8”. O sistema ainda conta com fones de ouvido sem fio, que permite ao passageiro assistir a um vídeo ou jogar um videogame sem incomodar o condutor, que pode prosseguir dirigindo ouvindo as instruções do navegador por satélite, por exemplo. Outras fabricantes já anunciaram sistemas similares, mas que ainda estão em fase de desenvolvimento ou de protótipo. 

24 – Seu carro, seu assistente 

Já imaginou se o seu automóvel pudesse “aprender” os seus hábitos e preferências e ajustasse automaticamente a temperatura do ar-condicionado, selecionasse as músicas ou vídeos ao gosto de seus filhos, recordasse datas especiais ou até checasse a lista de itens na bagagem em uma viagem? Segundo a Land Rover, tudo isso já é possível, por meio do recurso Smart Assistant, que estará disponivel em alguns modelos da marca em breve, tranformando o veículo em seu “assistente pessoal”. 

25 – Assinatura luminosa

O sistema Signature Plus é o mais avançado conjunto de faróis lançados pela Land Rover e combina xenônio e LEDs a fim de oferecer o melhor em termos de iluminação automotiva. Como se não bastasse, esse sistema ainda conta com uma função adaptativa, que proporciona maior visbilidade em curvas, sem prejudicar quem vem no sentido contrário. Já está disponível nos novos modelos da marca britânica. 

Números 

2,391 bilhões de euros foi a receita recorde obtida pelo grupo Jaguar Land Rover em seu último exercício (ano fiscal 2013).

68 anos de novidades tecnológicas e de recursos inéditos. São quase sete décadas na vanguarda dos avanços automotivos. 

425 milhões de euros foram investidos na engenharia pela Land Rover para desenvolver a linha de motores Ingenium. Outros 19,4 milhões de euros foram destinados aos veículos híbridos e com propulsão elétrica.

181 protótipos foram feitos para o desenvolvimento do Discovery Sport. No total, foram percorridos mais de 1,6 milhão de quilômetros.

 

Pin It on Pinterest

Share This