O Civic de décima geração estreou por aqui há pouco mais de dois anos e deverá ganhar retoques em agosto de 2019, na metade do ciclo de vida desta linhagem. Como é tradicional nas renovações da marca, as mudanças serão bastante discretas e concentradas na dianteira. Será uma resposta antecipada da Honda à nova geração do Toyota Corolla, prevista para estrear na virada do ano. Outro sedã que deverá ser atualizado na mesma época é o Chevrolet Cruze.

A inspiração virá do modelo norte-americano, atualizado recentemente. O para-choque é novo e traz entrada de ar ligeiramente maior e molduras dos faróis de neblina redesenhadas. A grade frontal em preto brilhante, uma exclusividade das versões Sport e Si, passam a ser de série em toda a linha. Nos EUA, o sedã ganhou ainda opção de rodas de 18 polegadas na versão Touring. A traseira permanece inalterada, à exceção de um novo e discreto friso cromado na base do para-choque.

No interior, poucas alterações. A central multimídia das versões mais caras deverá ganhar botão físico giratório para o controle de volume. O quadro de instrumentos digital de alta resolução e colorido poderá ser estendido às configurações de entrada.

Novidade interessante para o mercado norte-americano é que o pacote de recursos de assistência ao motorista, chamado de Honda Sensing, passa a vir de série desde a configuração de entrada.

O recurso inclui sistema de frenagem automática de emergência, controle de velocidade de cruzeiro adaptativo e assistente de permanência em faixa. A má notícia é que o pacote não deverá ser oferecido no Brasil nem mesmo no Civic topo de linha, uma vez que até mesmo o CR-V Touring, vendido a R$ 189 mil, não traz os itens.

A mecânica deverá ser mantida, com opção de motores 2.0 flex (155 cv) e 1.5 turbo (173 cv). Este último continuará só a gasolina. O motivo é simples: as vendas restritas do Civic Touring não justificariam o custo de desenvolvimento de uma versão flexível em combustível.

A produção, conforme a Honda adiantou, poderá ser transferida da fábrica de Sumaré (SP) para Itirapina (SP). A nova unidade fabril da empresa será inaugurada em 2019 pelo Fit e, até 2021, terá na linha de montagem a companhia de HR-V, WR-V, City e o próprio Civic. Atualmente, a gama do sedã vai de R$ 90.900 (Sport manual) a 128.100 (Touring com pintura perolizada). Com a chegada do modelo reestilizado, os preços deverão ser reajustados.

Pin It on Pinterest

Share This