“Ele é uma mistura de avião de caça, carro de Fórmula 1, nave espacial e barco”. É dessa maneira que um dos engenheiros descreve o Bloodhound SSC, modelo que buscará o título de automóvel mais rápido do planeta com a façanha de atingir 1.000 mph ou 1.609,34 km/h.

Para você ter uma ideia da complexidade do projeto, o Bloodhound SSC conta com um motor de carro de competição de 600 cv apenas para fazer funcionar uma bomba que envia peróxido para a turbina que impulsiona o “foguete terrestre” com uma pressão de 1.200 psi.

Segundo os projetistas, o motor principal, um Eurofighter Typhoon EJ200 fornecido pela Rolls-Royce, cria um empuxo de 20 toneladas, número necessário para vencer as 15 toneladas que o Bloodhound SSC precisa vencer como resistência aerodinâmica quando estiver perto da velocidade máxima.

O impressionante é que o carro supersônico é tão ágil que ele precisa de apenas 15 segundos para atingir pouco mais de 160 km/h e, devido a aceleração extremamente rápida, ele precisará (pelo menos na teoria) somente de mais 10 segundos para superar os 1.600 km/h.

Confira mais detalhes no vídeo abaixo:

 

Newsletter

Newsletter

Quer ficar por dentro das noticias da Revista Carro em primeira mão?

Receba grátis!

Obrigado!

Pin It on Pinterest

Share This