O conceito estreia em poucos dias no Salão de Xangai (China), mas o Citroën Aircross — nada a ver com a versão do C3 Picasso vendida no Brasil — será um produto global da marca francesa. As primeiras fotos do estudo foram divulgadas pela fabricante nesta quarta-feira (8). Veja na galeria acima.

A inspiração para o conceito é o (já esquisito) C4 Cactus, o que o posiciona na família de médios da Citroën, designada pelo numeral 4. O futuro Aircross tem duas propostas claras: transportar a família com conforto, apostando num acesso facilitado pelas portas de abertura oposta (do tipo “suicida”), num interior dotado de telas táteis e alto-falantes individualizados em cada assento, entre outros itens, e no entre-eixos exuberante de 2,8 metros, sobre um comprimento total de apenas 4,52 m.

Conforto: abertura de portas do tipo "suicida" e entre-eixos de 2,8 metros
A segunda proposta é entregar uma aparência robusta, com itens típicos de aventureiro urbano, e alguma capacidade fora-de-estrada, mas sem ser um SUV autêntico. Como é praxe em conceitos, as rodas do Aircross são enormes, de aro 22, mas o destaque fica para os pneus projetados sob medida pela Continental (medida 275/42) e com desenho especial para garantir o máximo de tração em terrenos complicados.

No conjunto óptico dianteiro, a nova assinatura de estilo da Citroën, com dois pares de luzes afilados e diminutos. A motorização é híbrida: combina um motor elétrico que atua no eixo traseiro ao já conhecido THP de 1,6 litro, sobrealimentado.

De acordo com a nota oficial da Citroën, as ideias apresentadas no Aircross Concept devem ser usadas em modelos de produção global.

C4 Cactus, já meio esquisitão, serve de base para o novo Aircross

Newsletter

Newsletter

Quer ficar por dentro das noticias da Revista Carro em primeira mão?

Receba grátis!

Obrigado!

Pin It on Pinterest

Share This