VW Jetta vendido no Brasil pode ter problemas no eixo traseiro

A Volkswagen do Brasil anunciou hoje que os proprietários do sedã médio Jetta, atualmente importado do México e comercializado no Brasil, devem procurar uma concessionária da marca para providenciarem a inspeção dos braços do eixo traseiro. De acordo com um comunicado emitido pela empresa, foi constatada uma possível deformação do componente em veículos que sofreram colisão traseira ou lateral-traseira.

Ainda segundo o comunicado, a deformação pode comprometer a durabilidade do eixo, provocando, em alguns casos, a ruptura súbita do braço do eixo traseiro e, consequentemente, a perda de controle do automóvel, com risco de acidente e danos físicos aos ocupantes e a terceiros. Os modelos envolvidos na convocação foram produzidos entre junho de 2010 e julho de 2013.

A fabricante informa que, mesmo não tendo sido constatadas falhas de projeto ou de fabricação do componente, decidiu realizar o recall. A inspeção é gratuita e demora, em média, 30 minutos. A VW informa que um componente adicional será instalado nos braços do eixo, a fim de reforçar o componente e evitar a sua ruptura, caso o proprietário tenha sofrido alguma colisão.

A montadora informa que está enviando cartas diretamente aos proprietários de modelos envolvidos no recall.

Newsletter

Newsletter

Quer ficar por dentro das noticias da Revista Carro em primeira mão?

Receba grátis!

Obrigado!

Pin It on Pinterest

Share This