Deixando de lado polêmicas sobre a categorização de um SUV, a Renault irá lançar no Brasil três modelos do segmento aventureiro no Brasil, em faixas de preços distintas. O Captur será o primeiro a chegar, seguido pelo Koleos e o Kwid. Seu campeão de vendas, porém, não foi esquecido, e a marca prepara novidades para a linha 2019 do Duster.

Enquanto não chega a segunda geração do modelo, que será lançada na Europa neste semestre, a Renault irá adotar o câmbio CVT na versão 1.6 do Duster, que recebeu recentemente a nova família de motores SCe.

Renault pode equipar Duster com câmbio CVT ano que vem

O trem de força é o mesmo que equipa o Nissan Kicks e estará na versão intermediária do Captur. A potência será a mesma do novo Duster 1.6, de 118 cv com gasolina e 120 cv com etanol.

Segundo uma fonte dentro da fabricante, a estreia da nova versão visa atender o público interessado em um SUV automático que não tem desejo (ou orçamento) para um modelo de R$ 90.000. Atualmente só Hyundai Creta e Ford EcoSport oferecem duas versões de motor com câmbio automático.

O novo Duster 1.6 CVT chegará no ano que vem, já como linha 2019. 

Newsletter

Newsletter

Quer ficar por dentro das noticias da Revista Carro em primeira mão?

Receba grátis!

Obrigado!

Pin It on Pinterest

Share This