A Porsche revelou, nesta quarta-feira (2), na Europa, o Cayenne de terceira geração na versão híbrida. O modelo estreou no final de 2017, às vésperas do Salão de Frankfurt, somente nas configurações com motor a combustão (Cayenne, S e Turbo) – veja nossas primeiras impressões do modelo. Agora, a marca mostra a versão E-Hybrid, que substitui o atual S E-Hybrid.

O Cayenne E-Hybrid traz dois motores: um 3.0 V6 a gasolina de 345 cv e outro elétrico de 138 cv – a potência combinada do conjunto é de 468 cv (acréscimo de 47 cv em relação ao antecessor). Já o torque gerado pela dupla de motores é de 71,3 kgfm ao todo.

Novidade é que está versão híbrida já vem de série com o pacote de performance Sport Chrono, que, entre outras mudanças com foco na esportividade, traz quatro modos de condução selecionáveis pelo condutor: E-Power, Hybrid Auto, Sport e Sport Plus. Segundo o fabricante, o SUV híbrido acelera de 0 a 100 km/h em 5s e chega à velocidade máxima de 253 km/h. O consumo médio (ciclo europeu) pode chegar a impressionantes 31,2 km/l.

De acordo com a Porsche, o modelo tem autonomia de até 44 quilômetros com o uso exclusivo do motor elétrico. O modelo continua com a proposta de ser um híbrido do tipo plug-in e conta com plugue de padrão universal para carregamento na tomada (ao contrário de modelos da Tesla, por exemplo, que têm conectores exclusivos).

A estreia da nova geração do Cayenne no Brasil está confirmada para o segundo semestre deste ano – preços e versões disponíveis no lançamento ainda não foram revelados pela marca.

Newsletter

Newsletter

Quer ficar por dentro das noticias da Revista Carro em primeira mão?

Receba grátis!

Obrigado!

Pin It on Pinterest

Share This