Recorde do tempo de volta no Nurburgring Nordschleife durava 35 anos
A bordo do Porsche 919 Hybrid Evo, o piloto alemão Timo Bernhard completou os 20,832 km do autódromo de Nürburgring em 5min19s55. O traçado completo do Nordschleife, como é conhecido, é considerado por muitos a pista mais difícil do mundo e, exceto pela ausência em quatro anos, fez parte do calendário da Fórmula 1 entre 1951 e 1976. 

O recorde anterior também pertencia a um piloto da Porsche: Stefan Belof, que em 28 de maio de 1983 fez o tempo de 6min11s13 ao volante de um Porsche 956 C, protótipo de corridas de longa duração com motor 2.6 “flat-six” de 620 cv de potência.

Versão modificada do protótipo é mais leve, mais potente e ganhou mais de 50% em downforce
O 919 Hybrid também nasceu para as provas do Campeonato Mundial de Endurance (WEC), mas, com a saída da Porsche do certame, a versão Evo pilotada por Timo Bernhard não precisa respeitar regulamentos: recebeu um novo difusor dianteiro, asa traseira maior e adição de sistema de asa móvel (DRS) tanto na frente quanto atrás, assoalho redesenhado e saias laterais ganharam altura fixa. Assim, o 919 Hybrid ganhou mais de 50% em downforce. Freios e suspensão também foram modificados e itens desnecessários a voltas rápidas, como ar-condicionado, limpador de para-brisa, alguns sensores, dispositivos eletrônicos de controle de corrida, luzes externas e sistema de macaco pneumático, foram removidos.

Além de emagrecer 39 kg, o bólido ganhou motor a gasolina 223 cv mais potente: o motor V4 de 2.0 litros, que traciona as rodas traseiras, não precisa mais estar limitado às regulamentações de fluxo de combustível da categoria de competição, e foi reprogramado para gerar cerca de 730 cv. Já os sistemas de recuperação de energia também aumentaram sua capacidade, o que fez com que o motor elétrico, que traciona o eixo dianteiro, pudesse gerar 10% mais potência, chegando a 440 cv. Isso faz com que a unidade possa atingir 1.170 cv. Com essa configuração, Bernhard atingiu velocidade máxima de 369,4 km/h na reta mais longa do circuito alemão. 

Bernhard se inspirou em Belof, antigo recordista: "respeito por sua conquista aumentou ainda mais"
O Porsche 919 Hybrid Evo já havia batido o recorde de volta no circuito de Spa-Francochamps, na Bélgica, com o piloto suíço Neel Jani. O tempo de 1min41s770 é 0s783 mais rápido que a pole-position de Lewis Hamilton na Formula 1 em 2017 com sua Mercedes-Benz.

Referência
Timo Bernhard conhece o Norsdschleife como poucos: é cinco vezes vencedor das 24 Horas de Nurburgring e por duas vezes venceu também as 24 Horas de Le Mans, além de ser o atual campeão do WEC na temporada de despedida da Porsche. “Graças ao downforce aerodinâmico, você pode ficar em plena aceleração em setores da pista que eu nunca imaginei. Eu estou bem familiarizado com o Nordschleife. Mas hoje eu aprendi de uma maneira nova de pilotar”, disse o alemão de 37 anos, fã de Stefan Bellof. “Para mim, Stefan Bellof é e continua sendo um gigante”, enfatiza. “Hoje, meu respeito por sua conquista, considerando a tecnologia disponível na época, aumentou ainda mais”.

Newsletter

Newsletter

Quer ficar por dentro das noticias da Revista Carro em primeira mão?

Receba grátis!

Obrigado!

Pin It on Pinterest

Share This