A Mercedes-AMG está preparando um hipercarro para comemorar os 50 anos da divisão esportiva. Com nome de Project One, ele usará o mesmo V6 1.6 turbo híbrido da Fórmula 1 – na competição, o conjunto pode ultrapassar os 1.000 cv.

O visual do Project One ainda não foi revelado

Mesmo com as rotações limitadas a “apenas” 11.000 rpm (contra 15.000 na Fórmula 1), a vida útil deste motor será de 50 mil quilômetros, sendo pelo menos cinco vezes menor do que a de um motor movido a gasolina com a manutenção em dia. “Entendemos que cerca de 50 mil quilômetros é suficiente e esta será a vida do motor”, disse Tobias Moers, chefe da AMG.

Apesar do número aparentemente baixo, historicamente é raro que supercarros desta faixa de preço e desempenho normalmente cheguem a essa quilometragem em menos de dez anos. Todavia, a Mercedes-AMG já adiantou que os clientes de seu Hypercarro terão a opção de fazer uma revisão completa do motor na fábrica sempre que chegarem a esta quilometragem.

O Project One chegará ao mercado por aproximadamente US$ 2,4 milhões e será o primeiro carro de produção da história a usar um motor idêntico ao de um Fórmula 1.

Newsletter

Newsletter

Quer ficar por dentro das noticias da Revista Carro em primeira mão?

Receba grátis!

Obrigado!

Pin It on Pinterest

Share This