Novo VW Jetta flagrado em testes no Brasil

Dentro da enxurrada de lançamentos da Volkswagen do Brasil prevista até 2020, está o novo Jetta. O sedã médio fabricado no México foi revelado pela marca em janeiro, no Salão de Detroit, e já está em testes para se aclimatar às condições do trânsito brasileiro.

Totalmente reformulado, o sedã agora é feito sobre a plataforma MQB, a mesma do Golf, e está mais longo, mais largo e mais alto que a versão anterior. Mede 4,702 mm de comprimento (43 mm além da geração anterior) e a distância entre-eixos foi alongada em 35 mm: de 2.651 para 2.684 mm.

O trem de força que será oferecido nos EUA terá o motor 1.4 TSI de 147 cv de potência com duas opções de câmbio automático, de seis velocidades ou oito velocidades, e sistema start/stop. Não há confirmação por parte da VW, mas a mecânica deve ser a mesma para a versão a ser vendida no Brasil.

As versões destinadas ao mercado americano dispõem de frenagem autônoma de emergência (Front Assist) monitor de ponto cego, controle de cruzeiro adaptativo (ACC) e assistente de permanência na faixam, entre outro auxílios de direção. No interior do veículo, tem iluminação ambiente em LED personalizável de 10 cores como opcional. O painel de instrumentos digital, também opcional, é semelhante ao que estreou no Novo Polo.

Apresentado no Salão de Detroit, novo Jetta deve começar a ser vendido no Brasil em 2019

O novo Jetta começa a ser vendido nos EUA no segundo trimestre de 2018. Para o Brasil, o sedã deve ser revelado no Salão do Automóvel de São Paulo, em novembro.

Newsletter

Newsletter

Quer ficar por dentro das noticias da Revista Carro em primeira mão?

Receba grátis!

Obrigado!

Pin It on Pinterest

Share This