Atualizado em 24/05 às 12:50

Após quase dois anos de ausência, o Chevrolet Sonic voltará ao Brasil reestilizado no segundo semestre. O compacto deixou de ser vendido no Brasil em setembro de 2014 e retornará ao país junto com outras duas novidades.

Novo Sonic aposentou o farol com três círculos individuais

As informações vieram de uma fonte que trabalha junto aos fornecedores da empresa. Segundo ela, os novos Sonic hatch e sedã já rodam em testes no Brasil e chegarão a tempo do Salão do Automóvel de São Paulo, em novembro. Os compactos reestilizados foram lançados mundialmente no Salão de Nova York e começam a ser vendidos nos Estados Unidos no mês que vem.

Traseira recebeu lanternas translúcidas e para-choques com vincos mais pronunciados

Além do visual mais conservador, o novo Sonic ganhou uma série de novos equipamentos – muitos deles, presentes também no novo Cruze. Entre as novidades há o novo sistema multimídia MyLink com espelhamento, partida por botão, alerta para mudança involuntária de faixa e aviso de colisão.

Interior recebeu novos acessórios e multimídia com o MyLink 2.0

Nos EUA ele é equipado com duas opções de motores: um 1.8 16V aspirado e um 1.4 turbo (também usado no Cruze). Curiosamente, ambos geram 139 cv, mas o motor sobrealimentado ganha em torque: 20,5 kgfm a 1.850 rpm, contra 17,3 kgfm a 3.800 do propulsor atmosférico. O câmbio pode ser manual de cinco (1.8) ou seis marchas (1.4) ou automático de seis.

Painel de instrumentos ficou convencional e abandonou o conjunto inspirado nas motocicletas

No Brasil o Sonic vinha equipado com um 1.6 16V de até 120 cv, mas é possível que a fabricante opte pelo motor turbinado para reduzir o consumo médio de seus veículos vendidos no Brasil. O novo compacto ficará posicionado na faixa de preço entre R$ 60.000 e R$ 75.000, acima dos Onix e Prisma e logo abaixo do Cruze hatch e sedã.

Faróis retangulares foram inspirados nos novos modelos da GM, como o Malibu

Por falar neles, nossa fonte afirmou que a GM corre para promover uma série de lançamentos este ano. O primeiro a chegar é o novo Cruze sedã, no mês que vem. Em seguida virão o Onix, Prisma e Spin reestilizados, acompanhados pelo novo Sonic e Cruze hatch (não se sabe se ele manterá o sobrenome Sport6).

Traseira do Sonic sedã recebeu linhas inspiradas no Cruze

Antecipado pelo site Autos Segredos, o Cobalt com direção elétrica também chega este ano, mas sem tanto alarde, já que o sedã, recém reestilizado, não contará com novidades visuais. Na bacia de lançamentos, o único que corre por fora é a nova geração do Chevrolet Camaro. O esportivo já circula em testes no Brasil, mas seu lançamento aguarda a estabilização do câmbio para viabilizar sua importação.

Nova geração do Camaro depende da cotação do dólar
Atualização: A GM do Brasil entrou em contato com CARRO ONLINE e negou a chegada do novo Sonic ao Brasil. Segundo um porta-voz da fabricante, a importação do Tracker e Captiva (que, como o Sonic, são produzidos no México) inviabiliza a venda do compacto por aqui, por limitação das cotas de importação. As vendas do dois SUVs até abril, segundo a Fenabrave, foram de 4.221 unidades. Nossa fonte, contudo, informou que o desempenho ruim do Captiva no mercado – ele vendeu, em média, 104 unidades por mês este ano – abre espaço para o retorno do Sonic.

Newsletter

Newsletter

Quer ficar por dentro das noticias da Revista Carro em primeira mão?

Receba grátis!

Obrigado!

Pin It on Pinterest

Share This