Segundo pesquisa nacional realizada pela Arteris, 51,9% dos motoristas brasileiros admitem dirigir com celular em mãos, ainda que raramente. O percentual é ainda mais expressivo para os motoristas com idade entre 18 e 21 anos e residentes da região sudeste do País. A atitude é uma infração gravíssima prevista no Código de Trânsito Brasileiro (CTB) e pode render 7 pontos na carteira, multa de R$ 293,47, e aumentar significativamente a probabilidade de acidentes.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a cada hora, 140 pessoas perdem a vida no trânsito, sendo uma das principais causas externas de morte no Brasil e no mundo. Apesar disso, metade dos motoristas brasileiros admite fazer uso do dispositivo enquanto dirige. Para se ter ideia, alguns segundos de distração ao digitar, a uma velocidade de pouco mais de 100km/h, pode levar um motorista a percorrer a distância equivalente a quatro campos de futebol totalmente às cegas. 

A pesquisa foi realizada entre 15 e 27 de julho, com 2.686 motoristas, das cinco regiões do País, que responderam a um conjunto de perguntas sobre o seu próprio comportamento no trânsito. O levantamento retrata a distribuição no território nacional de condutores e a margem de erro é de 1,9%. No estudo, foram abordados quatro eixos de análise – uso do cinto de segurança, direção após o consumo de bebida alcoólica, desrespeito aos limites de velocidade e uso do celular ao volante. O único que apresentou melhoria em relação aos dados coletados no ano passado foi o índice sobre velocidade. Nesse ano, 59,3% dos entrevistados declararam sempre respeitar os limites estabelecidos, enquanto em 2016, o percentual foi de 51,3%. Para os demais eixos, não houve variação estatística significativa.

Pin It on Pinterest

Share This