Surgiram as primeiras fotos da nova geração do Chevrolet Cruze, que deve ser apresentada nos Estados Unidos até dezembro como ano-modelo 2016. O visual do sedã (o hatch ainda não foi visto) passou por uma reforma significativa, alinhando-se mais claramente ao Malibu e ao Impala, os três-volumes que ocupam os degraus acima dele na gama americana da marca.

Visual dianteiro do sedã da Chevrolet ficou mais afilado
O que chama a atenção nos flagrantes (aliás, nem parece que houve grande esforço para esconder o caro), no entanto, é como o novo Cruze ficou parecido com o elétrico Volt, cuja nova geração foi apresentada recentemente e já tem preço definido nos EUA.

É até natural que isso aconteça: os dois carros dividem a plataforma global compacta D2XX e ocupam o mesmo segmento em seu país de origem (compactos; no Brasil, médios). Mesmo assim, a semelhança das dianteiras impressiona, ressalvando que, como o Volt precisa de menos refrigeração a ar, as seções da grade dianteira são mais fechadas. Mas o desenho é o mesmo.

Traseira do sedã ganhou lanternas mais harmoniosas
Como o Volt tem o terceiro volume mais curto, à moda dos cupês, é razoável supor que o novo Cruze hatch poderá buscar alguns elementos no “irmão” elétrico, como as lanternas traseiras. Na foto abaixo, veja comparação entre os dois modelos, fotografados de perfil.
 

O de cima é o Volt, o de baixo é o Cruze: parentesco óbvio
A mídia americana ainda fala de aspectos técnico do novo Cruze no condicional. No entanto, a adoção de um motor turbo de 1,5 litro pelo sedã é bastante provável; trata-se de um propulsor que estreou no renovado Malibu. Atualmente, o Cruze americano é oferecido com motores que vão de 1,4 litro (turbo) a 2 litros (turbodiesel), passando pelo 1,8 litro Ecotec a gasolina adaptado ao carro brasileiro (que é flex).

Ao Brasil, o novo Cruze só deve chegar em algum momento de 2016. A renovação visual dele, típica de meio de geração, ainda é muito recente: aconteceu no ano passado. Hoje o modelo é o 4º mais vendido entre os sedãs médios (abril/2015), e parte de R$ 74.190.

O fato é que o sedã best-seller da Chevrolet americana ficou muito mais bonito. As fotos desta reportagem foram reproduzidas do site AutoGuide.

Newsletter

Newsletter

Quer ficar por dentro das noticias da Revista Carro em primeira mão?

Receba grátis!

Obrigado!

Pin It on Pinterest

Share This