Corolla Versão Americana

O Toyota Corolla entrou no mercado japonês em 1966. De lá para cá, tornou-se o best-seller da marca. É fabricado em 16 locais no mundo e vendido em 154 países. Agora, chega à sua 11ª geração.

O Corolla tinha um peso muito grande sobre seus ombros. O carro não era reestilizado desde 2008, com isso, a montadora precisava caprichar. Outro responsabilidade é a intensa batalha contra o Ford Focus para saber qual é o sedã mais vendido no mundo.

?Visão frontal
 

Vendo seu exterior, o modelo ganhou um design mais expressivo, inspirado do conceito Furia, apresentado no começo desse ano, no Salão de Detroit. O entre-eixos cresceu 10 cm e 9,9 cm de comprimento, medidas que fazem com que o espaço interno se torne mais amplo.

Na dianteira, o novo Corolla revela um para-choque em forma de trapézio e faróis de LED estilizados, ambos unidos pelo logo da marca. Seu design, segundo a Toyota, é uma continuação das linhas apresentadas nos sedãs Camry e Avalon, o que cria uma impressão mais elegante e linhas mais fortes.

Por dentro, ele passa a sensação de um carro bem trabalhado. O painel de instrumentos possui duas versões: uma com computador de bordo e dois medidores e outra com três medidores. E ainda há muitos botões na console central.

Nos Estados Unidos, as opções de motorização são 1.8 de 134 cv e 17,7 mkgf de torque, e uma versão mais eficiente, com a tecnologia Valvematic, de 142 cv e 17,4 mkgf, presente na versão Eco. Ambas virão acopladas ao câmbio CVTi-S de sete velocidades.

Segundo a Toyota do Brasil, o carro manterá os motores 1.8 e 2.0 que estão na frota hoje. Além disso, o carro está previsto para chegar por aqui no segundo semestre de 2014 e continuará a ser produzido em Indaiatuba, interior de São Paulo.

Newsletter

Newsletter

Quer ficar por dentro das noticias da Revista Carro em primeira mão?

Receba grátis!

Obrigado!

Pin It on Pinterest

Share This