Quem está interessado em adquirir um Volkswagen Fox e faz questão de mais comodidade, sem se importar tanto com a modernidade do conjunto motriz, tem na série especial Run uma opção interessante. Já disponível nas concessionárias da marca, o modelo traz, como principal atração, a quantidade de itens de série que conferem um visual diferenciado ao carro, como faixas laterais, grade dianteira tipo colmeia pintada de preto brilhante, faróis com máscara escurecida e rodas de liga leve de 15″, entre outros.

Volkswagen Fox Run: visual esportivo e bom recheio

Na parte interna, o Fox Run conta com revestimento diferenciado, volante e pomo da alavanca de câmbio com acabamento de couro e tapetes de carpete, além da inscrição “Run” no encosto dos bancos dianteiros. Já entre os equipamentos, destaque para a central multimídia Composition Touch, que permite espelhamento de celulares (apenas de algumas marcas) por meio do Mirror Link, além de possuir tela tátil de 5″. Ar-condicionado, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, alarme, computador de bordo I-System, faróis auxiliares e vidros, travas e retrovisores com acionamento elétrico completam o pacote.

E se a lista de itens de série é generosa, a dos opcionais não fica atrás, com câmera de ré, teto solar com acionamento elétrico, centrais multimídia “Composition” ou “Discover” (este incluindo navegador por satélite), rodas de liga leve de 16″ e o chamado “Módulo Tecnológico”, que inclui controlador de cruzeiro, retrovisor interno eletrocrômico, sensores de chuva e crepuscular e faróis com temporizador.

O grande destaque do Fox Run, porém, é o fato de ele combinar o veterano motor 1.6 8V flex, capaz de gerar 104 cv e 15,6 kgfm (com etanol) com o sistema de direção com assistência elétrica. Embora possa parecer um detalhe irrelevante, na prática esse “casamento” fez muito bem ao compacto.

o que não agrada na versão limitada Run é o preço...

Para se ter ideia, a eficiência teve uma melhora considerável, já que o Fox Run obteve consumo médio de 8,8 km/l, contra 7,8 km/l do Fox com direção hidráulica (com etanol). E mais: o desempenho também melhorou, já que na aceleração de 0 a 100 km/h, o Run precisou de 10s6, contra 11s7 do antigo. Tudo isso, vale lembrar, aliado à maior comodidade proporcionada pela caixa de direção com assistência elétrica, que também é mais precisa.

FORÇOU
O aspecto no qual o VW Fox Run não agrada é no preço. Custando a partir de R$ 53.740, o modelo de produção limitada pode chegar a R$ 65.278 com todos os opcionais, incluindo pintura metálica. Detalhe: essa série especial é baseada na versão Comfortline do Fox, disponível apenas com câmbio robotizado I-Motion, e que pode chegar a R$ 63.791 com pacote de opcionais similar ao do Run, embora parta de R$ 55.290 na configuração inicial.

Ou seja, se você prefere um compacto bem-equipado, com visual diferenciado e câmbio manual, o Fox Run é a opção mais indicada. Mas se conforto e discrição são as suas preferências, melhor ficar com o Comfortline.

Newsletter

Newsletter

Quer ficar por dentro das noticias da Revista Carro em primeira mão?

Receba grátis!

Obrigado!

Pin It on Pinterest

Share This