MB une a tecnologia do veículo semiautônomo ao motor esportivo e faz um carro para agradar quem gosta de andar com giro alto sem perder a classe. 

Carro esportivo tem a fama de ser ruidoso, oferecer menos conforto que o modelo convencional. Isso porque, geralmente os ajustes das suspensões, pneus, calibração de direção, são projetados para privilegiar a estabilidade nas curvas e a alta performance. A fusão da eletrônica com a mecânica mudou estas condições, ao ponto de ser possível construir um carro que seja macio, confortável na cidade e firme nas curvas de uma rodovia em velocidades elevadas.

No Mercedes-AMG E 43 4Matic o motorista escolhe qual o melhor ajuste, de acordo com o piso e as condições que trafega. As opções são Manual, Comfort, Eco, Sport e Sport Plus. Estas soluções eletrônicas são necessárias para controlar os 401 cv disponíveis a 6.100 rpm e os 53 kgfm de torque, entre 2.500 – 5.000 rpm.

Ao rodar na cidade as melhores configurações são a Eco e Comfort, a primeira privilegia o menor consumo de combustível e a segunda maior conforto. Em modo Eco os testes de consumo feitos pela Revista Carro mostraram que o AMG E 43 4MATIC roda 6,3 km com um litro de gasolina. Na rodovia o consumo é de 12,1 km/l e a média PECO é de 8,9 km/l. Bom resultado a levar em conta que se trata de um modelo com tamanha potência. Ainda na condução econômica, a performance é boa, ele acelera de 0-80 km/h em 3s51 num espaço de 43,56 m e no 0-100 km/h o tempo gasto foi de 4s98 no espaço de 80,5 m.

Nas tabelas é possível verificar que na pista de testes da Carro conseguimos extrair o máximo do modelo, o que, até por conta da legislação de trânsito, dificilmente o usuário do veículo vai chegar, como por exemplo a aceleração de 0-160 km/h obtida em 11s71 no espaço de 329,09 m. Mas, o usuário de um carro como este vai poder sentir as qualidades que ele oferece em uma rodovia, pois é um modelo de reações rápidas e precisas. O câmbio 9G-TRONIC é extremamente dócil, não mostra as mudanças de marchas a medida que as rotações do motor sobem por causa da pressão no acelerador. Ele oferece prazer, mesmo no anda e para do trânsito pesado, já que a climatização é perfeita, assim como o isolamento acústico que não deixa os ruídos externos invadirem a cabine. No visual interno, o acabamento em fibra de carbono no painel dá aquele ar de esportividade, serve como um lembrete ao motorista de que ele está em um sedã, mas com alma esportiva.

O Mercedes-AMG E 43 4MATIC tem preço sugerido de R$ 524.900, além dos detalhes exclusivos incluídos nos esportivos AMG como as rodas 20 polegadas, cintos de segurança vermelhos, traz soluções semiautônomas no pacote Driving Assistance como os assistentes ativos de frenagem, manobra emergencial, ponto cego, manutenção de faixa. Os faróis são Multibeam LED de alta resolução.

*Texto publicado originalmente na edição 296 (junho/2018)da Revista CARRO

> Confira a tabela completa com os números de teste em pista:

Newsletter

Newsletter

Quer ficar por dentro das noticias da Revista Carro em primeira mão?

Receba grátis!

Obrigado!

Pin It on Pinterest

Share This