Com insanos 557 cv, Mercedes-AMG GLE 63 Coupé amplifica virtudes da versão convencional do SUV alemão

Imenso, bruto e colossal são alguns dos adjetivos que podem ser utilizados para qualificar a versão ‘convencional’ do Mercedes-Benz GLE Coupé, a 400, que traz motor V6 de 333 cv. O que dizer então da configuração 63, preparada pela Mercedes-AMG, com seu 5.5 V8 biturbo de 557 cv, rodas de 22 polegadas e quatro saídas de escapamento? Su-per-la-ti-vo!

Toda a força do SUV com jeito de cupê é administrada pelo câmbio automático de sete marchas. Ele envia os 71,3 kgfm de torque para o sistema de tração integral 4Matic, com distribuição na proporção 40/60 entre os eixos dianteiro e traseiro, respectivamente.

O resultado dessa combinação é a impressionante aceleração de 0 a 100 km/h em 4s3 em nossos testes (2s a menos que o GLE 400), com todos os três ensaios de retomada abaixo da casa dos 4s. O mesmo poder de aceleração é garantido na hora de parar pelos enormes discos perfurados à frente e atrás: o modelo percorreu apenas 36,4 m na frenagem de 100 a 0 km/h. A média de consumo entre cidade e estrada, de 7,3 km/l, é razoável para um esportivo de 2.345 kg.

A cabine traz forração em couro de ótima qualidade por todos os lados, com destaque para os bancos com bom apoio lateral e o volante de diâmetro reduzido, base achatada e excelente ergonomia. Ponto positivo também para a variedade de dados na central multimídia. Nela, é possível ver a porcentagem disponível de torque e potência em tempo real, além de gráficos com a intensidade de atuação das forças físicas nos planos longitudinal, lateral e vertical.

Deixa a desejar o desenho da seção central do painel, com excesso de botões de comando do sistema de som e ar-condicionado. Isso porque, apesar de ter sido lançado em 2015, o GLE Coupé é baseado no antigo Classe M, de 2011. Em razão disso, diversos elementos da cabine são exatamente os mesmos.

Por meio de botões no console, é possível selecionar modos de condução pré-definidos (Comfort, Sport e Sport+) ou regular os ajustes individualmente, como firmeza da direção, respostas do acelerador e até a rigidez e altura da suspensão.

O GLE 63 também conta com o sistema Pre-safe, que, na iminência de um acidente, fecha automaticamente os vidros, aciona os pré-tensionadores dos cintos dianteiros e emite um sinal sonoro de até 86 dB (conhecido como ruído rosa) para reduzir os efeitos do estresse causado nos ocupantes por uma eventual colisão.

O modelo traz, ainda, um QR Code de salvamento na tampa de combustível e na coluna B do lado oposto. Quando escaneado por um celular, o código revela informações úteis em caso de resgate, como posição da bateria, do tanque e das linhas de combustível. Com tantos atributos, o Mercedes-AMG GLE 63 Coupé não poderia deixar de ser superlativo no preço: R$ 689.900.

Confira a tabela completa com os números de teste em pista:

 

Newsletter

Newsletter

Quer ficar por dentro das noticias da Revista Carro em primeira mão?

Receba grátis!

Obrigado!

Pin It on Pinterest

Share This