Os 10 mandamentos de manutenção do carro, confira abaixo

O que os mecânicos consideram importante a respeito da manutenção do carro e que todos os motoristas deveriam saber:

1. Nível do óleo: medir com o motor frio e com o carro parado e em local plano.

2. Calibragem dos pneus: a calibragem deve ser verificada semanalmente de acordo com o manual do proprietário. Importante: calibre o estepe com pressão 10% superior à dos pneus que rodam. Assim, não é preciso calibrá-los sempre.

3. Troca dos pneus: cheque a profundidade dos sulcos dos pneus a cada seis meses ou 10 000 km rodados. Quanto menor for, maior é o desgaste. O sulco irregular pode significar necessidade de alinhamento das rodas. Sempre troque os pneus aos pares: cada eixo deve ter pneus no mesmo estado de conservação, para não comprometer a estabilidade do carro.

4. Sistema de freios: duas dicas para preservar discos e pastilhas dos freios. Use a mesma marcha para subir e descer a mesma ladeira. E use o freio motor: ao se aproximar de um semáforo, tire o pé do acelerador e mantenha a marcha engatada para que o motor diminua a velocidade. Importante: periodicamente verifique o nível do fluido do freio. 

5. Alinhamento das rodas: largue por alguns segundos, em local apropriado, as mãos do volante. Se o veículo pender exageradamente para algum lado, é hora de fazer alinhamento das rodas. O desalinhamento pode ocasionar desgaste prematuro dos pneus e do conjunto de suspensão. 

6. Bateria: se ocorrer pane na partida é, provavelmente, sinal de que a bateria está arriando. Fazer pegar “no tranco” soluciona nas emergências, mas a repetição constante dessa prática pode prejudicar o motor. Melhor é trocar a bateria ou, se preferir uma solução mais econômica, recarregá-la.

7. Água do para-brisa: alguns aditivos são úteis não apenas porque limpam de maneira mais efi ciente o parabrisa, mas também aumentam a vida útil das palhetas. 

8. Água no motor: ao abastecer, peça ao frentista para verificar o nível da água no motor. Para completar o nível de água, é recomendado deixar o motor ligado. E esteja sempre atento ao termômetro do painel: se a temperatura estiver mais alta do que o habitual, pare o carro imediatamente e só volte a circular com a temperatura normal. Talvez esteja faltando água devido a algum vazamento em alguma mangueira. Não conviva com temperaturas altas do carro. O risco de o motor fundir
é enorme. 

9. Filtro do ar-condicionado: filtra o ar que entra no veículo, eliminando parte dos elementos nocivos ao ambiente, como fumaça e pólen. Recomenda-se a troca anual do filtro ou a cada 15.000 km.

10. Motores limpos: aditivos para motores de boas marcas têm ação detergente, o que inibe a formação de borras na parede do motor, mantendo-o sempre limpo. A gasolina aditivada ajuda na limpeza, mas não faz o trabalho do aditivo.

Pin It on Pinterest

Share This