Toyota vai produzir motor do Corolla em SP

Motorpress
Da Redação, em São Paulo (SP)
29/11/2016 17:25

A Toyota anunciou nesta terça-feira (29) que vai expandir a fábrica de motores em Porto Feliz (SP) para a nacionalização do motor do Corolla. O projeto vai receber R$ 600 milhões em investimentos e vai gerar 200 postos de trabalho. O início da produção para o Corolla está previsto para o segundo semestre de 2019.

Marca não especificou qual motor do Corolla será feito em Porto Feliz

A fábrica de Porto Feliz já é responsável pela produção dos motores 1.3 e 1.5 da família NR que equipa a gama do Etios hatch e sedã e contou com um aporte de R$ 580 milhões para ser erguida para uma capacidade de 108 mil propulsores por ano. Com a expansão, o local aumentará sua produção para 174 mil unidades, sendo 66 mil motores do Corolla. A companhia ainda não especificou qual dos dois motores que equipam o sedã média será nacionalizado (o 1.8 ou o 2.0). 

Projeção da fábrica após a expansão para produção do motor do Corolla

"O investimento da Toyota em Porto Feliz (SP) para produzir motores para o Corolla representa um sinal do comprometimento de longo prazo que temos com o Brasil e a América Latina", afirma Steve St. Angelo, Chairman da Toyota do Brasil e CEO da Toyota para a região da América Latina e Caribe. "Essa expansão é a prova do que é possível fazer quando sindicatos, governantes, fornecedores, a Toyota e seus colaboradores se juntam em uma missão única. Sem dúvida, essa planta é um modelo para o futuro da manufatura global e estabelece um novo padrão para a inovação e a excelência."

A fábrica de Porto Feliz é a primeira planta de motores da Toyota na região da América Latina e Caribe e possui a mais avançada e inovadora tecnologia de processos de produção. Todos os três processos de fabricação do motor são feitos: fundição, usinagem e montagem.