Segunda geração do Tiguan terá versão híbrida

Motorpress
Da Redação, em São Paulo (SP)
12/01/2016 15:08
VOLSKWAGEN TIGUAN GTE CONCEPT
VOLSKWAGEN TIGUAN GTE CONCEPT
VOLSKWAGEN TIGUAN GTE CONCEPT
VOLSKWAGEN TIGUAN GTE CONCEPT
VOLSKWAGEN TIGUAN GTE CONCEPT
VOLSKWAGEN TIGUAN GTE CONCEPT
VOLSKWAGEN TIGUAN GTE CONCEPT
VOLSKWAGEN TIGUAN GTE CONCEPT
VOLSKWAGEN TIGUAN GTE CONCEPT

A Volkswagen divulgou que investiria no desenvolvimento de carros elétricos e híbridos, após o escândalo de fraude de emissões que a montadora se envolveu, e já mostrou que investirá numa nova plataforma para carros elétricos, traduzida no conceito Budd-e. No Salão de Detroit, nos Estados Unidos, foi a vez da marca mostrar o Tiguan GTE Active Concept, que pode estar presente no portfólio da próxima geração do SUV.

O utilitário é equipado com dois motores elétricos, um no eixo traseiro e outro sob o capô. O primeiro é usado para rodar no dia a dia, dentro da cidade, onde o motorista não exige muito do carro, mas se ele precisar de mais potência, o motor dianteiro é acionado e despeja 148 cv de potência nas quatro rodas. O motor elétrico dianteiro trabalha em conjunto com o movido a gasolina. O Tiguan GTE Active Concept tem 225 cv no total e acelera de 0 a 100 km/h em 6s4. O câmbio é automático de seis velocidades e dupla embreagem.

GTE será primeira versão híbrida do Tiguan

O Volkswagen Tiguan será o primeiro SUV a utilizar a plataforma modular MQB de produção, responsável por modelos como Audi A3 e VW Golf (incluindo o GTE). 

O utilitário híbrido será equipado com o novo sistema multimídia da Volkswagen, que também está no Golf GTE e reconhece até comandos por gestos, com tela de led 9,2 polegadas. Por fora, a principal mudança fica por conta do novo para-choque com luzes de led integradas.

Modelo será produzido sobre a plataforma modular MQB

A VW não divulgou o preço e a data de chegada do utilitário ao mercado.