Renault Duster 1.6 terá câmbio CVT em 2018

RODRIGO RIBEIRO
Da Motorpress, em São Paulo (SP)
10/02/2017 10:00

Deixando de lado polêmicas sobre a categorização de um SUV, a Renault irá lançar no Brasil três modelos do segmento aventureiro no Brasil, em faixas de preços distintas. O Captur será o primeiro a chegar, seguido pelo Koleos e o Kwid. Seu campeão de vendas, porém, não foi esquecido, e a marca prepara novidades para a linha 2019 do Duster.

Enquanto não chega a segunda geração do modelo, que será lançada na Europa neste semestre, a Renault irá adotar o câmbio CVT na versão 1.6 do Duster, que recebeu recentemente a nova família de motores SCe.

Renault pode equipar Duster com câmbio CVT ano que vem

O trem de força é o mesmo que equipa o Nissan Kicks e estará na versão intermediária do Captur. A potência será a mesma do novo Duster 1.6, de 118 cv com gasolina e 120 cv com etanol.

Segundo uma fonte dentro da fabricante, a estreia da nova versão visa atender o público interessado em um SUV automático que não tem desejo (ou orçamento) para um modelo de R$ 90.000. Atualmente só Hyundai Creta e Ford EcoSport oferecem duas versões de motor com câmbio automático.

O novo Duster 1.6 CVT chegará no ano que vem, já como linha 2019.