Novo Volkswagen Polo é finalmente revelado


16/06/2017 10:53

Principal lançamento da Volkswagen em 2017, o novo Polo foi revelado em sua versão europeia nesta sexta-feira (16). O hatch será fabricado no Brasil até o final do ano em São Bernardo do Campo/SP. Por aqui, deverá ser equipado com os motores 1.0 TSI e 1.6 16v da família EA211 produzidos na fábrica da VW em São Carlos/SP.

Ao contrário do que se imaginava, a princípio, o Polo vai ficar posicionado no mercado entre Fox e Golf, e não vai aposentar nenhum dos modelos compactos da linha VW. O Gol, que era o primeiro candidato à fila do INSS, foi reposicionado como modelo de entrada abaixo do up!, enquanto o Fox ocupa a posição imediatamente acima. Resumindo, a ordem na tabela, de baixo para cima, será: Gol, up!, Fox, Polo e Golf.

Produzido sobre a plataforma modular MQB, o Polo deve ser o primeiro de três lançamentos da mesma linha no Brasil: o sedã Virtus também será fabricado na unidade de São Bernardo a partir do primeiro semestre de 2018. Ainda pode haver um SUV, mas este a Volkswagen não confirma.

Dimensões e interior
A fabricante compara as dimensões da sexta geração do Polo ao Golf de quarta geração para refletir a necessidade por maior espaço interno. O novo Polo tem 4,05 metros de comprimento, um pouco menor que o antigo Golf, mas o supera na distância entre eixos (53 mm maior) e no espaço para o motorista, passageiros e bagagem (21 litros maior). O primeiro Polo alemão, lançado nos anos 70, tinha apenas 3,51 metros de comprimento. O porta-malas do Polo cresceu significativamente, de 280 para 351 litros.

O design do painel surpreende pela beleza e está à altura daquele que será seu principal concorrente no mercado brasileiro, o Fiat Argo. No VW, os mostradores e controles digitais estão posicionados no eixo visual mais alto possível, privilegiando a visualização pelo motorista. As telas do sistema multimídia são integradas ao conjunto e variam entre 6,5 e 8,0 polegadas.

Versões europeias
O novo Polo terá cinco versões de equipamento na Europa. A básica Trendline, Comfortline, Highline, a edição especial 'Beats' (que leva o nome da fabricante de fones de ouvido, responsável pelo sistema de som de 300 watts que equipa a versão) e a esportiva GTI, com motor TSI 2,0 litros com potência de 200 cv. Estas duas últimas versões dificilmente serão vistas em solo brasileiro.

Por lá, terá motores que vão desde um 1.0 MPI com apenas 65 cv ao novo 1.5 TSI EVO com desativação de cilindros (ACT) e 150 cv, além de duas opções diesel. Todos serão equipados com sistema start-stop e modo de frenagem regenerativo e, nas motorizações acima de 93 cv, podem ser combinados com câmbio de dupla embreagem (DSG). Por enquanto, a Volkswagen não confirma oficialmente quais serão as versões e transmissões disponíveis no Brasil.