Novo Chevrolet Tracker passeia à espera do salão

Motorpress
Da Redação, em São Paulo (SP)
03/10/2016 13:18

Uma das atrações da General Motors no Salão do Automóvel de São Paulo, no próximo mês, já circula pelo país em testes de rua, ainda sob pesada camuflagem. Trata-se do novo Chevrolet Tracker, SUV compacto que foi reestilizado para o ano-modelo 2017.

O editor de testes da Motorpress, Leonardo Barboza, flagrou na última sexta-feira (30/9) uma unidade do modelo trafegando em São Paulo, com disfarce e placas verdes (usados por veículos em teste). As formas da traseira, que não mudaram com a reestilização, não deixam dúvidas sobre a identidade do segredo.

Tracker 2017 circulando por São Paulo: vai estar no salão
Grande sucesso de vendas nos Estados Unidos, o modelo nunca empolgou no Brasil, mas é a única oferta da GM num segmento que inclui Honda HR-V, Nissan Kicks e Jeep Renegade, para citar os lançamentos mais recentes entre utilitários esporte e crossovers.

O Tracker não será produzido localmente. Continuará sendo importado, ou do México (de onde parte também para o mercado americano) ou da Argentina, onde dividiria a linha de montagem com o Cruze. No pacote 2017, o SUV traz nova dianteira, com duas grades frontais e faróis mais afilados (semelhante ao que se vê por aqui em Onix, Cobalt e Cruze), e uma cabine mais conectada, com tela de 7 polegadas, ponto de internet (que redistribui o sinal 4G) e compatibilidade com apps automotivos de Android e Apple.

Tracker 2017: preço nos EUA ainda não foi definido
Nos EUA, onde se chama Trax, o ano-modelo 2016 parte de US$ 20.300 (o 2017 ainda não teve os preços divulgados). No Brasil, de R$ 77.790 (versão LT).