Lifan e Chery peitam a crise com novos modelos

Motorpress
Da Redação, em São Paulo (SP)
09/11/2016 15:05

Restrições às importações e a crise econômica bateram forte nas montadoras chinesas, mas elas ainda existem e tentam colocar a cabeça fora da água. No 29º Salão do Automóvel de São Paulo, que abre ao público nesta quinta-feira (10), Lifan e Chery mostraram atrações interessantes. A JAC Motors decidiu não participar do evento.

O bem-sucedido SUV Lifan X60, modelo chinês mais vendido do Brasil, finalmente vai ganhar uma transmissão automática acoplada ao motor 1.8 de 128 cv (pensando bem, deveria ganhar também outro motor). A novidade chega em 2017, juntamente com o segundo facelift do modelo no Brasil.

Mas ele não é o único destaque no estande da fabricante.

Lifan X60 ganha seu segundo facelift e câmbio CVT
O X80, outro SUV, não foi lançado nem mesmo na China, mas a Lifan já o expõe no salão para tentar quebrar paradigmas. Com sete lugares, oferecerá um pacote de equipamentos que impressiona para um modelo chinês. Há controle de estabilidade com assistente de descida, ar-condicionado de duas zonas com controle eletrônico para a segunda fileira, seis airbags... Ao contrário do X60, o motor -- tradicional ponto fraco dos chineses -- tem tudo para não decepcionar: é um 2.0 turbo de 181 cv gerenciado por câmbio automático de seis marchas.

De acordo com a montadora, a expectativa é que o X80 chegue ao Brasil ainda no ano que vem, mas isso dependerá da cotação do dólar. A meta é que fique abaixo dos R$ 130 mil, bem menos que outros modelos de sete lugares.

X80, de sete lugares, pode custar menos de R$ 130 mil
Quem visitar o estande da Lifan também vai conhecer as versões conceituais X60 All Black e o 530 Shark Edition, que têm chances de chegar às lojas. O objetivo da Lifan é oferecê-los como carros modificados pela própria fábrica.

CHERY
Após um investimento milionário em sua fábrica de Jacareí (SP), a Chery traz ao salão suas novidades confirmadas para o Brasil em 2017. A nova geração do Tiggo, SUV compacto da marca, passará a ser chamada de Tiggo 2; a fabricação será local, e o modelo atual continuará sendo vendido -- uma solução à moda "Palio Fire".

Chery Tiggo 2 vai conviver com o atual em 2017
Os executivos da Chery prometem para a segunda metade de 2017 o Tiggo 7, maior e mais requintado que o 2 (mas ausente do salão) e o sedã médio Arizzo 5. Ambos serão importados da China.
 


SERVIÇO COMPLETO
29º Salão Internacional do Automóvel de São Paulo
Data: 10 a 20 de novembro
Horário: 10/11, das 14h às 22h (entrada até 21h); De 11/11 a 19/11, das 13h às 22h (entrada até 21h); 20/11, das 11h às 19h (entrada até 18h)
Local: São Paulo Expo
Endereço: Rodovia dos Imigrantes, km 1,5, Água Funda, São Paulo (SP)
Preço (sem taxa de conveniência): R$ 40 (primeiro dia); R$ 70 (dias úteis e último domingo); R$ 95 (finais de semana, feriado e emenda de feriado). Estudantes e idosos pagam meia-entrada. Criaças com até cinco anos de idade não pagam.
Onde comprar: www.salaodoautomovel.com.br
Estacionamento: R$ 40, no local, período de 12h; ou R$ 30, na avenida Miguel Estéfano, 2.659, com transfer gratuito. Número total de vagas: 15 mil (preço para carros de passeio)
Metrô mais próximo: Jabaquara, Linha 1-Azul do Metrô. Distância do pavilhão: 800 metros. Haverá traslado gratuito para o pavilhão

_______________________________
Participam da cobertura: Caio Bednarski, Claudio de Souza Florencio, Hector Vieira, Hugo Porfírio, Leonardo Barboza, Renan Senra, Rodrigo Ribeiro, Wilson Toume e Foggy (vídeos)

Apoiador editorial da revista e site CARRO no Salão do Automóvel 2016