Honda HR-V é o que menos perde valor após 1 ano

Motorpress
Da Redação, em São Paulo (SP)
17/11/2016 12:42

Registrando apenas 4,5% de depreciação após um ano de uso, o Honda HR-V foi o automóvel melhor avaliado na 3ª edição do Selo Maior Valor de Revenda – Autos 2016, promovido pela Agência AutoInforme em parceria com a Textofinal de Comunicação. Foram 17 categorias e o campeão geral.

Veja os escolhidos:

Entrada: Volkswagen up! (9,4%)
Hatch Compacto: Chevrolet Onix (8,3%)
Hatch Médio: Volkswagen Golf (13,2%)
Hatch Premium: Fiat 500 (13,4%)
Minivan/Monovolume: Honda Fit (10,5%)
Perua: Volkswagen Golf Variant (13,1%)
Picape Pequena: Fiat Strada (10,5%)
Picape Média: Toyota Hilux (13,9%)
Sedã de Entrada: Hyundai HB20S (11,6%)
Sedã Compacto: Honda City (10,4%)
Sedã Médio: Toyota Corolla (11,7%)
Sedã Grande: Mercedes-Benz CLA (13,6%)
SUV de Entrada: Honda HR-V (4,5%)
SUV Compacto: Land Rover Discovery Sport (9,3%)
SUV Médio: Volvo XC60 (11%)
SUV Grande: Land Rover Discovery (12,4%)
Crossover: Mitsubishi ASX (13,4%)

Depois de três edições, o Selo Maior Valor de Revenda – Autos (que este ano abandonou a denominação "Prêmio" em favor de "selo") registra oito tricampeões: Onix, Golf, 500, Fit, Strada, Hilux, HB20S e Corolla.

Roberto Akiyama, da Honda, recebe selo de Antonio Megale, da Anfavea
A pesquisa considerou os 132 modelos e versões zero km mais vendidos no Brasil, de 23 marcas nacionais e importadas. Além das marcas vencedoras, também foram analisados modelos de Audi, Chery, Citroën, Ford, JAC, Jeep, Kia Motors, Lifan, Mini, Nissan, Peugeot, Renault, Subaru e Suzuki.

O jornalista Joel Leite, idealizador do selo e diretor da Agência AutoInforme, lembrou que "oito modelos vencedores desta edição pioraram suas posições em relação à segunda edição do estudo, com índices de depreciação maiores". Apenas um (o Honda Fit) melhorou o valor de revenda após um ano de uso.

Por outro lado, sete modelos estrearam como campeões em suas categorias: Golf Variant, CLA, HR-V, Discovery Sport, XC60, Discovery e ASX.   

METODOLOGIA
O estudo de depreciação de veículos automotores feito pela Agência Autoinforme, com base na cotação da Molicar, é o indicador dos ganhadores do Selo Maior Valor de Revenda – Autos 2016. A comparação foi feita entre o preço praticado do carro zero km em agosto de 2015 e o preço do mesmo carro 12 meses depois. Foram considerados os preços praticados no mercado, e não os de tabela de fábrica.  

Ficaram fora do estudo modelos que tiveram modificações (reestilização, troca de geração) consideráveis nos últimos 12 meses.
 


Selo Maior Valor de Revenda 2016: os vencedores