Ford leva EcoSport de cara nova ao Salão de SP

Motorpress
Da Redação, em São Paulo (SP)
25/10/2016 11:13

A Ford, consultada po CARRO ONLINE, não confirma, mas deve mesmo exibir o EcoSport com facelift no Salão do Automóvel de São Paulo, que abre ao público em 10 de novembro. O jipinho, hoje abalado pelo sucesso de múltiplos concorrentes, deve mostrar sua nova cara aos brasileiros dividindo espaço com as atrações já confirmadas: as picapes F-150 Raptor e Ranger Wildtrack e o esportivo GT.

Um dos flagras do EcoSport em teste nos Estados Unidos
Convenhamos, nenhuma delas têm o mesmo apelo que qualquer mudancinha no Eco, por mais perfumaria que seja. Mas até que o jipinho vai mudar bastante: a grade frontal, principal item de identidade visual do modelo, deixará de ser dividida em duas partes e virará peça única, com variação do tema hexagonal dos carros Ford.

Pois é, o estepe na porta traseira vai continuar
O EcoSport 2017 ficará muito parecido com o modelo que vem logo acima dele na gama global da Ford: o SUV Escape (nos Estados Unidos) e Kuga (Europa). O Edge, ainda maior, também tem a dianteira com essa assinatura. Quanto ao estepe fixado na porta traseira, é provável que ele seja mantido pelo menos até a próxima geração do jipinho -- é o que sugerem os flagrantes do modelo sendo testado no Brasil.

Sob o capô vai estrear o novo motor Dragon 1.5, que deve substituir os Sigma (de unidades 1.5 e 1.6) gradualmente. Embora a base do propulsor esteja na família EcoBoost, que é turbo, por ora ele será oferecido apenas aspirado, mas também com três cilindros e injeção direta de combustível. As versões 1.6 desaparecerão, e com isso o propulsor maior da gama do Eco será o Duratec 2.0, um sobrevivente da década passada que, tudo indica, será aposentado na nova geração do jipinho.

Ford F-150 Raptor, atração confirmada no salão