R$ 81.400,00

pontos positivos

Espaço interno, acabamento, porta-malas, itens de série, suavidade do câmbio CVT, nível de ruído

pontos negativos

Poderia oferecer mais itens de segurança, como controles de tração e estabilidade.
Consiga um preço melhor com uma concessionária na sua área:

O que a Equipe Carro Online diz:

O City pode ser visto como uma alternativa às configurações de entrada dos concorrentes do Honda Civic. Mas seu desempenho e espaço no banco traseiro são medianos.

Avaliação CarroOnline
Bom

Conforto

A suspensão do City ficou um pouco menos rígida que a da geração anterior, mas o espaço lateral (de porta a porta) do banco traseiro é mediano. O câmbio continuamente variável e direção elétrica auxiliam no conforto.

Performance

O City com câmbio CVT apresentou desempenho mediano na pista de testes, e isso pode ser um ponto negativo se o veículo for trafegar com muitos ocupantes — o que tornará seu desempenho ruim para ultrapassagens. O consumo é bom.

Bolso

A Honda elevou consideravelmente não apenas a lista e itens de série do City, mas também a qualidade de seu acabamento — e o seu preço. Ele é um bom veículo, mas não é o melhor negócio nessa configuração.

Especificações Técnicas

Motor Dianteiro, transversal
Número de cilindros 4 cilindros
Número de válvulas 16 válvulas
Combustível Flex
Cilindrada (cm³) 1 497 cm³
Potência (cv) 116 cv (E) 115 cv (G) a 6 000 rpm
Torque (mkgf) 15,3 mkgf (E) 15,2 mkgf (G) a 4 800 rpm
Câmbio CVT, 7 marchas
Tração Dianteira
Suspensão dianteira Independente, McPherson
Suspensão traseira Eixo de torção
Direção Elétrica
Rodas Liga leve, 16
Pneus 185/55 R16
Comprimento (m) 4,45 m
Largura (m) 1,69 m
Altura (m) 1,48 m
Entre-eixos 2,60 m
Porta-malas (l) 536 l
Tanque (l) 46 l
Peso em ordem de marcha (kg) 1 173 kg

Equipamentos

  • De série
  • Opcional
  • N/D
  • AC
  • DA
  • VE
  • VET
  • TE
  • RE
  • AL
  • BC
  • TS
  • ABS
  • BAG
  • GPS
  • ESP
  • SE
  • CCO
  • RLL
  • LLT
  • BAE
  • AAV
  • CR
  • SOM
  • FX
  • CB
  • AQ

MANUTENÇÃO

Garantia 3 anos
Rede de concessionárias 191 concessionárias

Conforto

A suspensão do City ficou um pouco menos rígida que a da geração anterior, mas o espaço lateral (de porta a porta) do banco traseiro é mediano. O câmbio continuamente variável e direção elétrica auxiliam no conforto.

Performance

O City com câmbio CVT apresentou desempenho mediano na pista de testes, e isso pode ser um ponto negativo se o veículo for trafegar com muitos ocupantes — o que tornará seu desempenho ruim para ultrapassagens. O consumo é bom.

Bolso

A Honda elevou consideravelmente não apenas a lista e itens de série do City, mas também a qualidade de seu acabamento — e o seu preço. Ele é um bom veículo, mas não é o melhor negócio nessa configuração.

Aceleração 0- 40 km/h 3s4
Aceleração 0 - 60 km/h 5s5
Aceleração 0 - 80 km/h 8s0
Aceleração 0 - 100 km/h 11s2
Aceleração 0 - 120 km/h 15s5
Aceleração 0 - 140 km/h 21s2
Aceleração 0 - 400 m 18s1
Retomada 40 - 100 km/h 9s3
Retomada 60 - 120 km/h 11s0
Retomada 80 - 120 km/h 8s0
Frenagem 120 - 0 km/h 58,2 m
Frenagem 100 - 0 km/h 40,1 m
Frenagem 80 - 0 km/h 25,6 m
Frenagem 60 - 0 km/h 14,0 m
Frenagem 40 - 0 km/h 6,2 m
Frenagem carregado 100 - 0 km/h 40,7 m
Ruído interno 0 km/h 39,1 dB
Ruído interno 50 km/h 56,2 dB
Ruído interno 80 km/h 61,6 dB
Ruído interno 120 km/h 65,8 dB
Consumo urbano (km/l) 7,5 km/l
Consumo rodoviário (km/l) 12,4 km/l