Série 5 é quase autônomo, mas bom mesmo é guiá-lo

HECTOR VIEIRA
De São Paulo (SP)
17/04/2017 13:07

A nova geração do Série 5 estárá à venda nas concessionárias da BMW a partir de 3 de maio. O sedã luxuoso chegará para pertencer ao panteão dos modelos semi-autônomos disponíveis no Brasil, com nível três de condução autônoma, a exemplo do Classe E. Contudo, é melhor você se preparar para tomar as rédas do Série 5, pois é ao assumir o volante que o motorista vai sentir a evolução do carro.

BMW Série 5 será vendida em duas versões no Brasil

O novo Série 5 passou por uma dieta que reduziu seu peso em até 100 kg. A receita é conhecida: utilizar materiais mais nobres em sua construção. A novidade é a maior adoção de magnésio, uma liga ainda mais leve e mais rígida do que o alumínio. Este último é usado extensivamente na carroceria do sedã. Contrário ao regime, o modelo ficou ligeiramente maior em todas as dimensões e também na capacidade do porta-malas.

Visual da nova geração do sedã ficou mais esportivo

A versão disponível para o test-drive de lançamento do Série 5 foi a 540i M Sport, equipada com o motor 3.0 de seis cilindros em linha. O motor recebeu melhorias, como o coletor fundido ao cabeçote e atualização no comando de válvulas, e agora rende 340 cv de potência e 45,9 kgfm de torque. Trabalhando com o câmbio automático de oito marchas e tração integral, o desempenho da versão é irretocável para seu perfil: atinge velocidades altas sem qualquer esforço, mas mantém nível mínimo de ruído na cabine. Mas é possível ir além.

Espaço interno é generoso e luxuoso, como deveria ser

Se você quiser sentir o quanto o carro é prazeroso, o melhor é encarar estradas sinuosas. Devido a um conjunto de suspensão refinado, composto por braços sobrepostos, multlink e subchassis, o acerto do sistema entrega estabilidade e precisão referência no segmento. Extraindo todo o seu potencial, o 540i não aparenta o porte que tem. Ainda no quesito desempenho, o coeficiente de arrasto do modelo é de apenas 0.22, menor do que o do Classe E, por exemplo. Para alcançar este índice, ele dispõe de soluções como entradas e saídas de ar localizadas nas caixas de rodas para otimizar o fluxo do vento e grade de ar ativa, que se fecha em velocidades mais altas.

Painel mescla elementos tradicionais com modernidade

Oferecido por R$ 399.950, o 540i já vem de série com o pacto visual M Sport, que o deixa com um visual mais esportivo. Faz parte da lista de série todas as funções semi-autônomas do conjunto de câmera, radares e sensores que ele tem para dirigir sozinho até 210 km/h, mas também abrange uma série de recursos de segurança, como o detecção de pedrestes com visual noturna e frenagem de emergência e assiste de desvio de obstáculos (que ajuda o motorista a realizar a manobra abrupta).

Motor da versão 540i é um 3.0 de seis cilindros de 340 cv

A BMW não divulga a expectativa de venda de seus lançamentos, mas espera que esta nova geração supere os números obtidos pelo anterior (emplacado 124 vezes no ano passado). 

Dados de fábrica do BMW 540i M Sport

  • Link

0 comentário(s)

Todos os campos são de preenchimento obrigatório
Postar comentário